Anúncios

Ar mais quente volta a avançar para o Rio Grande do Sul neste começo de semana e vai trazer uma tarde de temperatura elevada em parte do estado gaúcho nesta segunda-feira. O motivo é uma corrente de jato (corredor de vento nos baixos níveis da atmosfera, que se origina na Bolívia e no Centro-Oeste do Brasil, que se intensifica sobre o território gaúcho e transporta ar quente em direção ao Rio Grande do Sul.

Projeção de vento em 850 hPa (1500 metros de altitude) para 12h de hoje mostra o corredor de vento (jato de baixos níveis) trazendo ar mais quente para o Rio Grande do Sul | METSUL

Justamente o avanço do ar mais quente é que contribui para instabilizar a atmosfera e gerar nevoeiro ou neblina em diversos pontos do Rio Grande do Sul no começo da segunda-feira em padrão típico de frente quente. Em Porto Alegre, por exemplo, a madrugada desta segunda-feira registrava nevoeiro e chuva. A temperatura na capital gaúcha no começo da madrugada de hoje era mais alta que no meio da tarde do domingo.


Muitas nuvens, ao menos em parte do dia, são esperadas ao longo desta segunda-feira no Oeste, no Centro e no Sul gaúcho com chuva e garoa em diferentes pontos. Mesmo pancadas de chuva forte a torrencial passageiras com ocasionais trovoadas e granizo isoladíssimo estão previstas. A instabilidade nestas áreas será maior agora na primeira metade do dia com aberturas em vários locais da tarde para a noite.

Muiras nuvens e instabilidade no Oeste, Centro e Sul gaúcho na imagem de satélite da madrugada desta segunda-feira em perfil clássico de frente quente | METSUL

Na segunda metade do dia, por sua vez, a região que deve ter mais chuva será o Sul do Estado, especialmente a área entre Bagé, Jaguarão, Pelotas e o Chuí. Já no Noroeste e no Norte gaúcho, a segunda-feira é de sol e nuvens com vento Norte. O sol aparece desde o começo da manhã em muitas cidades destas regiões.


A temperatura sobe em relação a ontem na maioria das cidades e nas áreas com tempo mais aberto no Noroeste e no Norte gaúcho está segunda-feira será quente com máximas altas para julho, podendo ficar perto ou mesmo atingir 30ºC no Noroeste. O Rio Grande do Sul já tem dois dias seguidos em que a temperatura no estado gaúcho bate na marca dos 30ºC.

Estas oscilações de temperatura com instabilidade em algumas regiões e tempo firme em outras acompanha um padrão de bloqueio atmosférico associado a uma grande massa de ar seco no Brasil que acaba por gerar uma verdadeira gangorra térmica no Rio Grande do Sul.

No sábado, as primeiras horas do dia tiveram frio, contudo durante a madrugada ingressou uma forte corrente de jato em baixos níveis da atmosfera com vento Norte, que chegou a quase 80 km/h no Vale do Taquari, e a temperatura disparou com um amanhecer quente em que a temperatura era de 24,1ºC às 7h em Campo Bom.

Na tarde do sábado, a Metade Norte registrou calor com máximas na Grande Porto Alegre de 28,5ºC em Novo Hamburgo, 29,7ºC em Campo Bom e 30,2ºC em Parobé. No Vale do Taquari, 28,1ºC em Teutônia e 28,0ºC em Lajeado. No Noroeste gaúcho, 28,5ºC em Santa Rosa e 29,5ºC em Porto Xavier. No fim do sábado, frente fria que havia mantido a temperatura baixa durante o dia no Sul gaúcho avançou e a temperatura desabou para 13ºC a 14ºC na Grande Porto Alegre.

Ontem, mínimas ao amanhecer de 4,4ºC em Jaguarão, 6,4ºC em Livramento, 8,7ºC em Quaraí e 8,9ºC em Bagé. À tarde, frio no Sul e no Leste gaúcho, mas calor no Noroeste. A temperatura não passou à tarde de 16ºC em Porto Alegre, mas foi a 30,4ºC em Porto Xavier.

Anúncios