Anúncios

O começo da quarta-feira ainda será muito frio na maior parte do Sul do Brasil, porém as mínimas não devem ser tão baixas quanto as de hoje na grande maioria das cidades do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e do Paraná. Mesmo assim, os três estados do Sul vão voltar a ter marcas negativas e geada em diferentes pontos.

Amanhecer de hoje teve muita geada no Vale dos Vinhedos na Serra Gaúcha | Eloana Antibolfi

São dois os motivos para não faça tanto frio quanto hoje. Primeiro, a massa de ar polar começou a enfraquecer sobre o Sul do país. Isso não impediria, entretanto, com tempo aberto e ar muito seco que esfriasse demais novamente as mínima fossem parecidas ou até mais baixas que as de hoje em algumas cidades.


Ocorre que há o segundo motivo e este responde por presença de nebulosidade. Nuvens estão avançando do Norte da Argentina e do Paraguai para o Sul do Brasil e não seria até surpresa se ocorresse precipitação em pontos mais a Oeste de Santa Catarina e do Paraná nas próximas horas. No geral, porém, as nuvens devem predominantemente altas do tipo Cirrus. Elas têm potencial para reduzir o resfriamento, mas por ser nebulosidade alta não impede que esfrie muito novamente.

No Rio Grande do Sul, nuvens médias e altas cruzam pela Metade Norte no começo desta quarta-feira, o que deverá impedir um resfriamento como de hoje na região e trazer geada para um menor número de locais, mas no decorrer do dia o sol aparece e são esperados períodos de céu claro. No Sul gaúcho, onde a madrugada será de céu limpo com intenso resfriamento, o dia será de sol com ingresso de nuvens no final da tarde ou à noite.

A quarta-feira no Rio Grande do Sul terá ainda muito frio ao amanhecer, mas menos intenso que hoje na maioria das cidades. Deve gear ainda na maior parte das regiões. Porto Alegre deve ter mínima ao redor de 5ºC. Na região metropolitana, os termômetros devem marcar entre 3ºC e 4ºC. Nos Campos de Cima da Serra, mínimas de até -2ºC ou -3ºC em diversas cidades. A maior parte do interior amanhece com 2ºC a 5ºC. No Sul, na Campanha e na fronteira com o Uruguai o frio é muito intenso na madrugada e começo da manhã com marcas perto de 0ºC em diversos pontos e negativas em alguns.

Projeção de geada do modelo WRF para o amanhecer desta quarta-feira | MetSul

Na quinta-feira, a madrugada volta a ter tempo aberto no Rio Grande do Sul e na maior parte do Sul do Brasil. Com isso, o frio será maior que o desta quarta-feira ao amanhecer em muitas cidades, mas não igual ao registrado no dia de hoje na esmagadora maioria dos municípios do Sul do Brasil. As baixadas terão o frio mais intenso enquanto em topos as mínimas devem ser mais altas.

Amanhecer mais frio do ano hoje

Seis estados brasileiros começaram a terça-feira abaixo de zero. O Rio Grande do Sul teve quase 50 municípios que têm estações meteorológicas com mínimas negativas, o que significa que grande parte do Estado teve um amanhecer abaixo de zero no início de dia mais frio do ano. Fez -6ºC em Vacaria. Na Grande Porto Alegre, mínimas de 1,1ºC em Novo Hamburgo e 1,6ºC em Parobé. Porto Alegre teve 4,5ºC no Jardim Botânico e 3ºC no aeroporto, as menores marcas de 2021 na Capital.

Geada hoje cedo no gramado do estádio Alfredo Jaconi em Caxias do Sul | Juventude/Divulgação

Frio ainda mais extremo foi registrado no Paraná, com -7,9ºC em General Carneiro, e em Santa Catarina com -8,2ºC em Urupema. As mínimas dos dois estados de tão extremas foram mais frias que todas as registradas em estações oficiais da Argentina ontem e, inclusive, mais baixas que as de algumas bases polares na península antártica. Mais de 60 estações do Ciram em Santa Catarina tiveram marcas negativas hoje.

Água na praça de São Joaquim congelou na madrugada de hoje | Mycchel Leghnagui/São Joaquim Online

A temperatura caiu abaixo de zero em pontos do Mato Grosso do Sul e fez -5ºC no Sul de Minas Gerais. A cidade do Rio de Janeiro teve sua mínima do ano.


Foi em São Paulo que o frio mais chamou atenção pela sua intensidade no Centro do país. A capital paulista anotou 2,3ºC abaixo de zero com geada em alguns bairros pela rede do CGE e na medição oficial do Inmet no Mirante de Santana a mínima de 6,3ºC foi a menor em meia década.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

No interior, Barueri teve a menor mínima em dez anos, o que também ocorreu em Rancharia e Valparaíso. Já em Barretos foi a madrugada mais gelada em 11 anos e em Pradópolis a mais fria desde que se iniciaram as medições 15 anos atrás.

Anúncios