Anúncios

Violenta tempestade de granizo atingiu a região do Alto Paranaíba na tarde de ontem com grandes prejuízos que ainda estão sendo calculados. A paisagem na região ficou branca, tal a quantidade de granizo que se precipitou. Milhões de pés de café foram atingidas pelas pedras de gelo que cobriram estradas e plantações. A MetSul tinha alertado para o risco de granizo na região neste fim de semana na área do Alto Paranaíba.


A tempestade assustou moradores e produtores rurais do Alto Paranaíba que disseram jamais ter visto um temporal de granizo como o da tarde de ontem. Os agricultores já começaram a mapear as perdas que ainda não são conhecidas em toda a sua extensão. A BR-365 ficou coberta pelo acúmulo de gelo no asfalto e parecia nevada. Em algumas localidades, o granizo chegou a atingir até um metro de altura, de acordo com o jornal O Tempo de Belo Horizonte.

“Foi perda total da safra”, disse ao jornal O Tempo Renato Dantas, que é produtor rural e presidente da Cooperativa Agropecuária de Campos Altos (Capeca). Situada próximo a São Gotardo, a sua propriedade tem 140 hectares e 1 milhão de pés de café.

Com 27 anos de atuação na região, o produtor afirma que nunca havia visto algo parecido. A área atingida ainda tem plantio de alho, batata, beterraba e cebola, dentre outras culturas. Além da perda nas plantações, o estrago do granizo se estendeu às estruturas das fazendas como o maquinário.

O sábado foi de granizo também em pontos da cidade de São Paulo, mas sem causar danos. As pedras de gelo que caíram em parte da capital paulista foram miúdas. O temporal de granizo foi consequência de áreas de instabilidade que avançaram no final da manhã de sábado do interior de São Paulo para a capital.

A MetSul enfatiza que pancadas isoladas de chuva vão seguir ocorrendo hoje e neste começo de semana nos estados do Sudeste com alto risco de granizo em São Paulo e Minas Gerais. Há risco ainda de tempestades de gelo em pontos de Goiás e do Mato Grosso do Sul.


Uma massa de ar frio deve avançar pelo Centro-Sul do Brasil no começo de outubro e isso deve determinar um forte aumento da instabilidade atmosférica no Centro-Oeste e na Região Sudeste com incremento da chuva que virá acompanhado de temporais de vento forte e granizo em diversos estados das duas regiões.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas


Na sexta-feira, um temporal de chuva forte e vento atingiu a cidade de Brasília. A capital federal teve transtornos e alguns danos em razão do vento forte com queda de árvores e vidros quebrados pela ventania no Eixo Monumental. A conjunção do aumento da umidade com o gradual fim da temporada seca e a manutenção do ar quente favorecem a formação de nuvens de grande desenvolvimento vertical com temporais isolados que podem ser fortes a severos.

Anúncios