Anúncios

Um forte temporal de granizo atingiu o município de Sananduva, no Norte do Rio Grande do Sul, na região de Lagoa Vermelha, no começo da tarde desta terça-feira. A tempestade severa se deu por volta das 13h30 e afetou principalmente localidades da zona rural do município.

As pedras de gelo caíram em grande quantidade e tiveram tamanho médio a grande em alguns pontos. Moradores da zona rural de Sananduva registraram em fotos e vídeos o forte temporal do começo da tarde e recolheram as pedras de gelo que chegaram a ter o tamanho de limões.


REDES SOCIAIS

REDES SOCIAIS

O forte temporal de granizo se deu a partir de uma supercélula de tempestade que se formou no final da manhã e no começo da tarde em setores mais a Noroeste dos Campos de Cima da Serra a partir do aquecimento diurno e o ingresso de umidade com um centro de baixa pressão que se desloca do Nordeste da Argentina.

A temperatura no começo da tarde desta terça chegou a 28,4ºC em Lagoa Vermelha, elevada se considerada a altitude do município. Com a temperatura muito alta, o cenário se tornou propício para a formação da instabilidade. A imagem de satélite mostrava nuvens muito carregadas na região.


Conforme alerta de tempestades da MetSul, é alta a probabilidade de temporais no deslocamento da instabilidade pelo Sul do Brasil hoje e amanhã assim como quando chegar em São Paulo. Não se antecipa, entretanto, uma situação de tempo severo generalizado na região. As ocorrências de temporais serão localizadas e pontuais.

Os índices de refletividade nas projeções do nosso modelo de alta resolução apontam que em setores isolados os valores são altos, portanto, condizentes com o risco de chuva localmente torrencial com altos volumes em curto período, e que pode vir acompanhada de tempestade.

No avanço da instabilidade devem se formar nuvens isolada do tipo Cumulonimbus (Cb) que são capazes de trazer estes episódios de chuva intensa isolada com risco ainda de ocorrências localizadas de queda de granizo de variado tamanho e rajadas de vento forte.

Os temporais e a chuva a chuva devem se concentrar mais inicialmente em pontos da Metade Norte gaúcha e se deslocarão depois pelos estados de Santa Catarina e o Paraná, atingindo depois São Paulo.

Anúncios