Anúncios

Temporais isolados são previstos para o Sul do Brasil e São Paulo no deslocamento da instabilidade hoje e amanhã | GABRIEL ZAPAROLLI/ARQUIVO

A MetSul Meteorologia alerta para uma significativa virada do tempo com chuva, que vai ser localmente forte, e temporais isolados de vento e granizo que vai afetar o Sul e o Sudeste do Brasil entre horas da tarde e noite de hoje e amanhã. Os temporais localmente podem ser até fortes a severos, não se descartando transtornos ou danos.

O Rio Grande do Sul teve uma manhã de sol e nuvens na maioria das regiões e o dia começou nesta terça até com frio no Sul gaúcho com mínimas de 11,5ºC em Capão do Leão, 11,6ºC em Rio Grande e Jaguarão, e 12,3ºC. Em Herval, na fronteira, estação particular acusou mínima de 9,3ºC.


Apesar disso, já durante a manhã áreas de instabilidade podiam ser vistas nas imagens de satélite ingressando a partir do Nordeste da Argentina no Oeste e no Noroeste gaúcho com raios e chuva em alguns pontos.

Entre a tarde e a noite de hoje, as áreas de instabilidade aumentam e se intensificam, devendo ter deslocamento de Oeste para Leste. Vão afetar a Metade Norte gaúcha e pontos do Centro do estado, com instabilidade isolada no Sul gaúcho. A chuva deve afetar principalmente cidades da Metade Norte.


Amanhã, a chuva atinge mais na primeira metade do dia localidades do Norte, Nordeste e do Leste gaúcho, mas, especialmente, municípios entre o Alto Uruguai, Planalto Médio, Serra, Aparados, Litoral Norte e a Grande Porto Alegre. Mais ao Sul na faixa Leste a instabilidade deve ser mais isolada.

No decorrer da quarta, entretanto, a tendência é de melhora do tempo com sol e nuvens na maior parte do Rio Grande do Sul. Uma área de baixa pressão na costa, responsável por trazer a instabilidade, ativa uma frente fria que no momento está na costa catarinense e o sistema se desloca em forma de linha por Santa Catarina e o Paraná com chuva e temporais. A chuva e as tempestades, então, devem atingir o estado de São Paulo.

Veja nos mapas acima a projeção de evolução da instabilidade hoje e amanhã pelo Sul do Brasil a partir dos dados do modelo de alta resolução WRF da MetSul. Note como a chuva vai se concentrar mais em pontos da Metade Norte gaúcha hoje e se deslocará pelos estados de Santa Catarina e o Paraná amanhã, atingindo depois São Paulo.

Na região de Porto Alegre, a instabilidade pode chegar já no final do dia de hoje, mas deverá atuar mais entre a madrugada e a manhã desta quarta-feira, prevendo-se melhora posterior com o retorno do sol com nuvens. Pode ter chuva moderada a forte com trovoadas durante a passagem do sistema de instabilidade pela região da capital gaúcha no começo da quarta.

Volumes de chuva altos em algumas cidades

A atuação do centro de baixa pressão e da frente fria associada deverá levar chuva para a grande maioria das cidades do Sul do Brasil entre hoje e amanhã, entretanto as precipitações não devem afetar com volumes mais altos todas as regiões da parte meridional do país. Em pontos do Sul e do Oeste gaúcho, por exemplo, pouco ou nada deve chover em diversos locais.

O que os dados dos modelos indicam é que a chuva deve se concentrar mais na Metade Norte gaúcha, Santa Catarina, Paraná e São Paulo com grande variabilidade de acumulados. Pontos isolados podem ter volumes muito altos associados a temporais e em outros deverá chover pouco.

O mapa acima mostra a projeção de chuva acumulada do modelo WRF da MetSul em que se verifica a tendência de os maiores volumes se concentrarem sobre os estados catarinense, paranaense e paulista com possibilidade de marcas isoladas no período de 72 horas de até 100 mm a 150 mm. Mas mesmo nestes estados haverá locais em que pouco ou nada deve chover, tal a variabilidade de volumes.

A região que menos deve ter chuva neste evento de instabilidade, e em muitos municípios deve sequer chover, será a Metade Sul gaúcha. Como se observa na projeção de chuva acumulada em 72 horas do modelo alemão Icon acima, o Sul gaúcho terá pouca precipitação e, ademais, muito mal distribuída.

Risco de temporais isolados de vento e granizo

A MetSul Meteorologia adverte que é alta a probabilidade de temporais no deslocamento da instabilidade pelo Sul do Brasil hoje e amanhã assim como quando chegar em São Paulo. Não se antecipa, entretanto, uma situação de tempo severo generalizado na região. As ocorrências de temporais serão localizadas e pontuais.

Os índices de refletividade nas projeções do nosso modelo de alta resolução apontam que em setores isolados os valores são altos, portanto, condizentes com o risco de chuva localmente torrencial com altos volumes em curto período, e que pode vir acompanhada de tempestade.

No avanço da instabilidade devem se formar nuvens isolada do tipo Cumulonimbus (Cb) que são capazes de trazer estes episódios de chuva intensa isolada com risco ainda de ocorrências localizadas de queda de granizo de variado tamanho e rajadas de vento forte.

Como consultar os mapas

Todos os mapas de chuva neste boletim podem ser consultados pelo nosso assinante (assine aqui) na nossa seção de mapas. A plataforma oferece ainda mapas de chuva, geada, temperatura, risco de granizo, vento, umidade, pressão atmosférica, neve, umidade no solo e risco de incêndio e raios, dentre outras variáveis, com atualizações duas a quatro vezes ao dia, de acordo com cada simulação. Na seção de mapas, é possível consultar ainda o nosso modelo WRF de altíssima resolução da MetSul.

Anúncios