Anúncios

Uma grande tempestade de areia atingiu Campo Grande e outras cidades do Mato Grosso do Sul na tarde desta sexta-feira (15). O céu escureceu no começo da tarde e ficou laranja na capital sul-mato-grossense com o haboob, assustando a população. Moradores de Campo Grande dizem jamais ter visto antes fenômeno com tamanha intensidade na cidade.

As rajadas chegaram a 94 km/h no aeroporto de Campo Grande que reportou visibilidade de apenas 800 metros, reduzida por poeira, durante o haboob. A temperatura antes da chegada da ventania era de 33ºC e depois, com a chuva e as trovoadas, caiu para 18ºC.

O forte vento provocou danos na rede elétrica de Campo Grande com a explosão de transformadores e fios se tocando com a forte intensidade do vento.

Vários pontos da cidade ficaram sem energia elétrica. Houve ainda queda de árvores e uma panificadora foi parcialmente destruída durante a tempestade.  O vento derrubou mais cem árvores e postes, além de ter causado cortes de luz, em Dourados.

Uma embarcação virou no Rio Paraguai durante a tempestade de areia que atingiu Corumbá, cidade a 446 quilômetros de Campo Grande, na tarde de hoje. De acordo com informações preliminares publicadas pelo Campo Grande News, 21 passageiros estavam na embarcação e sete ainda estão desaparecidos.

O que causou tantos estragos e a grande tempestade de areia? Uma frente fria avançou do Paraguai para o Mato Grosso do Sul com uma linha poderosa de tempestades com vento muito forte que se estendia por centenas de quilômetros.

Uma massa de ar frio avançou pelo Norte da Argentina e o Paraguai, na retaguarda da frente fria, e reforçou muito a instabilidade frontal ao encontrar o ar muito quente que estava sobre o Norte do Paraguai e o território sul-mato-grossense. A rápida troca de massas de ar, de quente para fria, gerou vento muito intenso.

As imagens de satélite mostravam uma linha bem definida de nuvens com topos de -70ºC a -80ºC, logo nuvens extremamente carregadas e com altíssimo potencial de causar tempo severo. É muito provável que em alguns pontos o vento não tenha tido características de frente de rajada e possam ter ocorrido eventos severos isolados de vento como microexplosões (downbursts).

O que é haboob?

O que se testemunhou novamente hoje em Campo Grande e outras cidades é o que se denomina mundialmente de haboob e com algumas frequência é visto no Sudoeste dos Estados Unidos, China, Mongólia, na península arábica e na Austrália. Um haboob é um tipo de tempestade de poeira que se forma a partir de uma tempestade comum de chuva e vento.

Eles geralmente são muito grandes e podem ter milhares de metros de altura e até 160 quilômetros de largura. Durante as tempestades tradicionais, o ar frio desce para o solo e se espalha radialmente.


Quando isso acontece em uma região árida ou semiárida, o vento pode levantar poeira, formando um haboob. Haboobs se formam muito rapidamente. Em questão de segundos, eles podem reduzir drasticamente a visibilidade.

Isso significa que eles representam uma ameaça para os motoristas. É importante estar alerta durante um haboob porque os ventos fortes podem derrubar árvores, causar destelhamentos e romper cabos de energia. Estas tempestades de areia geralmente acabam em algumas horas.

Anúncios