Anúncios

O Rio Grande do Sul experimenta outra jornada com registro de calor extremo nesta quarta-feira, o que leva transtornos inaceitáveis à população de falta de água e cortes de energia. É mais um numa sequência de dias de temperatura muito acima da média que têm castigado os gaúchos. Ontem, os termômetros indicaram 39,2ºC na estação da MetSul, no Morro do Espelho, em São Leopoldo, Vale do Sinos. As máximas alcançaram ainda 39,1ºC em Teutônia, 39,0ºC na zona Norte de Porto Alegre e Base Aérea de Canoas, 38,6ºC em Santa Cruz do Sul, 38,5ºC em Campo Bom, 38,2ºC em Lajeado e 38,0ºC no Aeroporto de Pelotas. Em Porto Alegre, os termômetros digitais de rua (não aferidos) viraram atração e cenas de pessoas tirando fotos da temperatura muito alta foram vistas por toda a cidade (foto abaixo de Ricardo Giusti do Correio do Povo).



O Rio Grande do Sul está longe de ser o lugar mais quente do mundo nesta semana, afinal as máximas superam 45ºC no deserto de Outback e no Oeste da Austrália, mas o Estado está entre as áreas do planeta de maior temperatura nestes dias. Máximas mais altas que aqui (em destaque no mapa abaixo) têm sido observadas em partes da Austrália (Aeroporto de Birdsville teve 45,7ºC ontem), no Norte da Argentina (42,5ºC ontem em Catamarca), no Paraguai, em áreas mais áridas da África do Sul (Vioolsdrif registrou 43,9ºC na terça), Namíbia (40,6ºC ontem em Hardap) e Botswana, além de em regiões subsaarianas como no Benin. É provável que outras áreas da parte central da África estejam com marcas maiores que as nossas, mas a cobertura de estações é muito baixa, onde alguns países vivem conflitos armados, com poucos dados. O calor intenso segue até sexta, mas entre sexta-feira e sábado frente fria trará chuva forte, temporais e acentuado resfriamento.


Uma região que experimenta trégua do calor extremo hoje é o Sul do Estado por conta da nebulosidade e a chuva que cai desde o final da terça. Choveu até forte em pontos localizados do Sul gaúcho e da Campanha. Em Pelotas, onde a temperatura às 15h hoje era de 28ºC, 10ºC a menos que na mesma hora ontem, a madrugada foi de muitos raios (foto de Giorgio Guedin).


O alívio não chega nas próximas horas, mas está a caminho. A MetSul Meteorologia antecipa uma queda espetacular da temperatura para o fim de semana com máximas 15ºC a 18ºC abaixo do que se está registrando atualmente. A chegada desta frente fria deve trazer uma notável queda da temperatura para Porto Alegre. A frente fria que avançará pelo Estado na sexta-feira e no sábado com chuva forte e temporais (alguns fortes) será impulsionada por uma massa de ar frio muito forte para esta época do ano na Argentina e que hoje provoca neve no cume do Cerro Catedral em Bariloche. Observe no mapa abaixo com a projeção de anomalia de temperatura (diferença em relação à media) do modelo GFS para o sábado como as anomalias negativas no Centro da América do Sul serão significativas e das mais expressivas no mundo neste fim de semana.



Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

Tanto o sábado como o domingo devem ser de marcas amenas na maior parte do Rio Grande do Sul. Em Porto Alegre, que desde o começo da semana convive com marcas perto de 40ºC, alguns bairros não devem ter mais que 25ºC no sábado. O vento soprará de Sul moderado com algumas rajadas nas praias, trazendo sensação de frio, mar agitado e chance de ressaca na orla. Mas, insistimos, amanhã e sexta-feira ainda serão dias escaldantes com noites de temperatura por demais elevada.

Anúncios