Anúncios

Cidade de São Paulo registrou em setembro o maior desvio positivo de precipitação desde janeiro no setembro mais chuvoso em sete anos na capital paulista | ROVENA ROSA/AGÊNCIA BRASIL/EBC

A chuva no mês de setembro na capital paulista reduziu significativamente o déficit de precipitação anual que foi de 197 mm entre janeiro e agosto. Setembro na cidade de São Paulo registrou 146,0 mm de precipitação acumulada na estação automática do Mirante de Santana. O valor superou em 75 % a média climatológica do mês de 83,3 mm.

O total de precipitação de setembro na capital paulista foi o maior para o mês desde 2015, quando o mês se encerrou com 202 mm. Antes de setembro, em 2022, somente um mês tinha registrado chuva muito acima da média. Foi janeiro que terminou com 378,6 mm contra uma média de 292,1 mm.


No último mês, o maior volume de chuva em 24 horas foi de 41,8 mm, totalizado na manhã do dia 28. Ao todo, houve 13 dias com registro de precipitação significativa (acima ou igual a 1 mm) na estação do Mirante de Santana, valor bastante acima ao da climatologia que é de sete dias.

Mesmo setembro tendo apresentado chuva acima da normalidade na capital paulista, o desvio de precipitação deste ano permanece negativo em 134 mm. Isso porque a maioria dos meses deste ano até agora teve chuva abaixo dos padrões históricos na cidade de São Paulo.


Janeiro anotou 378,6 mm e superou a média mensal histórica de 292,1 mm em 86,5 mm. O mês de fevereiro somou somente 69,2 mm, enorme desvio de 188,5 mm em relação à média de 257 mm. Já março teve chuva de 233,8 mm, apenas 4,7 mm superior à normal climatológica de 229,1 mm.

Durante o outono, a estação quase inteira teve pouca chuva na capital paulista. Em abril, apenas 61 mm se precipitaram no Mirante de Santana, 26 mm abaixo da normal mensal de 87 mm. Em maio, 52 mm ou 14,3 mm abaixo da média de 66,3 mm.

No inverno, em junho, 34,6 mm ou 25,1 mm abaixo da média mensal histórica de precipitação de 59,7 mm. Em julho, a chuva somou apenas 9,2 mm ou 39,2 mm abaixo da média mensal de 48,4 mm. Em agosto, por sua vez, a precipitação somou 37,2 mm contra uma média climatológica de 32,3 mm.

Anúncios