Anúncios

Ponte caiu em Brusque após chuva intensa que atingiu a região | Divulgação

A MetSul Meteorologia alerta que a instabilidade volta aumentar com chuva no estado de Santa Catarina nesta quinta-feira. A previsão é de chuva no decorrer do dia em todas as regiões catarinenses, mas em muitas áreas não deve chover o dia todo. Da mesma forma, não se antecipa chuva tão volumosa como a registrada entre ontem e hoje em dezenas de municípios, particularmente do Sul, do Leste e do Nordeste de Santa Catarina.


Mesmo assim, a MetSul adverte que há risco de chuva localmente forte a intensa e ainda de temporais isolados de granizo durante a quinta-feira em Santa Catarina. Mesmo sem volumes extremos, o simples fato de vir mais chuva agrava o risco de deslizamentos por conta do solo saturado de água pelas intensas precipitações de ontem e hoje.

Na sexta-feira, uma área de alta pressão começa a tomar conta do Sul do Brasil com uma massa de ar mais seco e frio com tendência de o sol aparecer com nuvens, entretanto em algumas áreas ainda pode ocorrer precipitação leve em parte do dia à medida que a chuva começa a se afastar.

Chuva trouxe transtornos e danos

Chuva muito intensa e até extrema castigou o estado catarinense no fim da terça e hoje com a atuação de área de baixa pressão. Como a MetSul Meteorologia alertava, a situação mais crítica se deu no Leste catarinense, onde dezenas de municípios tiveram acumulados de precipitação de 100 mm a 300 mm.

A situação foi mais crítica no município de Canelinha, onde os volumes de chuva foram extremos. A água invadiu residências, pessoas ilhadas em razão das inundações tiveram que ser resgatadas e algumas ficaram desalojadas. Houve deslizamentos de terra e queda de postes.

A chuva castigou outros municípios do Leste e do Nordeste de Santa Catarina, trazendo alagamentos, inundações e deslizamentos de terra no começo da quarta. Casos de Brusque, Tijucas, Biguaçu, São João Batista, São José e a capital Florianópolis. Ao longo da quarta-feira a chuva muito intensa alcançou o Litoral Sul e o Sul de Santa Catarina com alagamentos e inundações em municípios como Laguna, Tubarão, Araranguá, Sombrio e Criciúma, dentre outros.

Volumes de chuva

Os volumes de chuva foram extraordinariamente altos em pontos de Santa Catarina e bastante elevados em dezenas de municípios. Veja os acumulados das últimas 48 horas  que superaram os 100 mm até o final desta quarta-feira, segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia, Centro Nacional de Desastres e Epagri-Ciram:

Canelinha: 289 mm
Tubarão: 220 mm
Camboriu: 203 mm
Laguna: 181 mm
Itajaí: 173 mm
Jaguaruna: 162 mm
Balneário Gaivota: 160 mm
Antonio Carlos: 155 mm
Sombrio: 154 mm
Criciúma: 139 mm
Araranguá: 138 mm
São João Batista: 131 mm
São Pedro de Alcântara: 127 mm
Tijucas: 122 mm
Palhoça: 120 mm
Ermo: 119 mm
Içara: 119 mm
Maracajá: 114 mm
Biguaçu: 110 mm
Ilhota: 109 mm
Morro da Fumaça: 107 mm
São José: 105 mm
Garopaba: 103 mm
Forquilinha: 103 mm
Praia Grande: 102 mm


Em municípios mais distantes da costa não choveu tanto, mas mesmo assim muitas cidades do Meio-Oeste e do Oeste de Santa Catarina tiveram entre 30 mm e 50 mm, marcas que vão se elevar com as precipitações desta quinta-feira.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

 

Anúncios