Anúncios

Novas e fortes áreas de instabilidade se formaram no final da tarde e nesta noite sobre o Nordeste da Argentina com chuva localmente forte, muitos raios e temporais localizados. As instabilidades se concentram principalmente sobre a província argentina de Corrientes e muitos relâmpagos podem ser vistos a partir de cidades do Oeste e do Noroeste gaúcho na direção Oeste, para o lado da Argentina.

Imagem de satélite das 22h

Raios entre 21h e 22h

A MetSul antecipa que a tendência é destas áreas de instabilidade avançaram para o Rio Grande do Sul, mas não alcançarão todo o território gaúcho. A perspectiva é que afetem pontos do Oeste e do Noroeste do Estado, avançando no decorrer da segunda-feira para Leste, trazendo chuva e risco de temporais isolados do Centro para o Norte gaúcho. O risco de temporais é maior nas próximas horas na Fronteira Oeste e no Noroeste, onde vai se dar a máxima atividade convectiva.

No Sul e grande parte do Leste do Rio Grande do Sul, onde pouco choveu desde o final da semana passada, quando a instabilidade retornou ao Estado, a tendência é a manutenção do tempo predominantemente seco e com sol e nuvens durante a segunda-feira. Estas novas áreas de instabilidade vão aumentar ainda mais os acumulados de precipitação nas Metades Oeste e Norte gaúcha, onde alguns pontos já acumulam mais de 100 mm desde a sexta-feira.

Anúncios