Anúncios

Grande quantidade de neve atingiu pontos do Sul da Inglaterra e da região de Londres nas últimas horas com impacto em rodovias e aeroportos | BEN STANSALL/AFP/METSUL METEOROLOGIA

Milhares de motoristas e passageiros dos transportes públicos no Reino Unido tiveram nesta segunda-feira os seus deslocamentos afetados por nevascas, principalmente na região de Londres, e três crianças morreram ao cair enquanto brincavam em um lago congelado.

O país enfrenta uma onda de frio particularmente intensa há vários dias, com temperaturas que chegam a -10°C em algumas áreas, embora a agência meteorológica britânica tenha afirmado que as temperaturas “não são incomuns para esta época do ano”.


No domingo, quatro crianças foram resgatadas com parada cardíaca e hospitalizadas em estado crítico depois que caíram em um lago congelado em Solihull, região central da Inglaterra. De acordo com testemunhas, elas estavam brincando no gelo e caíram na água. A polícia anunciou nesta segunda-feira que não foi possível reanimar três delas – de 8, 10 e 11 anos. A quarta criança – de 6 anos – luta por sua vida em “estado crítico”.

A agência meteorológica emitiu alertas amarelos para neve, neblina e geada em várias áreas do Reino Unido, especialmente no sul da Inglaterra e no norte da Escócia. O aeroporto de Stansted, localizado ao norte da capital britânica e usado principalmente pela companhia aérea de baixo custo Ryanair, fechou suas pistas na noite de domingo enquanto a neve era retirada e alertou para atrasos e cancelamentos.


No seu site, muitos voos programados para a manhã de segunda-feira permaneciam cancelados, mas as pistas já estão “abertas e totalmente operacionais”, informou o aeroporto em comunicado enviada à AFP, no qual explica que “alguns voos podem sofrer atrasos” devido às condições meteorológicas.

A Ryanair também informou no Twitter que “devido às fortes nevascas no Reino Unido, as pistas dos aeroportos de Stansted e Gatwick (sul de Londres) foram temporariamente fechadas durante a noite, interrompendo todos os voos programados”. Nas redes sociais, dezenas de passageiros presos nos aeroportos da capital britânica publicaram vídeos que mostravam as pistas cobertas de neve e aviões sem condições de decolar.

Segundo a BBC, no domingo mais de 50 voos também foram cancelados no aeroporto de Heathrow, o maior da capital, devido à neblina. Na manhã desta segunda-feira, o tráfego ainda estava muito perturbado nas principais estradas de Londres, com engarrafamentos gigantescos.

Na noite de domingo, alguns motoristas ficaram presos em seus veículos por várias horas, surpreendidos pela nevasca, principalmente em Sussex, ao sul de Londres, onde a polícia aconselhou “viagens apenas em caso de necessidade”. Os passageiros do sistema ferroviário também enfrentavam atrasos e cancelamentos significativos na manhã desta segunda-feira, com algumas linhas do metrô de Londres interrompidas ou com atrasos.

Anúncios