Anúncios

Histórica neve e a primeira já documentada em junho na cidade de Córdoba em plena pandemia | Divulgação

Neve encantou e surpreendeu os moradores da cidade de Córdoba na madrugada desta quarta-feira. Fazia 14 anos que não nevava na capital da província argentina de Córdoba. O fenômeno é comum nas áreas serranas da província e ocorre todos os danos e com alta frequência durante o inverno nas chamadas Altas Cumbres, mas na cidade capital é muito pouco comum.

Com a notícia da neve, muitos moradores saíram às ruas no meio da madrugada para fazer fotos e gravar vídeos do insólito acontecimento gelado.

Na última vez em que a neve caiu na cidade as câmeras digitais ainda não eram populares e muitas das redes sociais populares hoje sequer existiam.

A neve chegou a acumular na cidade de Córdoba, branqueando a paisagem durante a noite e o começo da manhã desta quarta-feira.

E, se nevou nas partes baixas, o fenômeno também foi registrado nas áreas de maior altitude, nas serras de Córdoba, igualmente com acumulação. A rodovia que leva à região serrana foi bloqueada pela presença de gelo na pista. Nevou também no Sul da província e em Rio Cuarto.

Neve em Córdoba é histórica

O fenômeno da neve na cidade de Córdoba, como destacado, é raro. A última vez que os flocos caíram na cidade foi em 9 de julho de 2007, no inverno mais rigoroso deste século até agora na Argentina. Foi no mesmo dia em que nevou na cidade de Buenos Aires depois de mais de setenta anos. Naquele dia fazia 2ºC abaixo de zero em Córdoba capital quando começou a nevar.

A neve de hoje é a primeira até hoje documentada em junho e ainda no outono astronômico na cidade de Córdoba, o que faz do evento ainda mais extraordinário.

Antes, a neve caiu na cidade de Córdoba em 23 de agosto de 1984. Este ano lembra muito os moradores da capital gaúcha porque no dia 24 de agosto de 1984 se deu o evento de neve em flocos em toda a cidade de Porto Alegre durante a tarde, inclusive no Centro.

O ano de 1918, assim como ocorreu no Rio Grande do Sul, que teve muita neve e o recorde de mínima de Porto Alegre com -4ºC, também foi de muita neve e frio em Córdoba. A temperatura naquele ano chegou a 10,3ºC abaixo de zero na cidade argentina e nevou na província em 26 dias. Há relatos de neve na cidade de Córdoba também em 4 de setembro de 1976, no inverno de 1975 (na onda de frio que devastou lavouras e destruiu o café no Centro-Sul do Brasil), e ainda nos invernos de 1971 e 1968.

O que causou a neve?

Uma massa de ar polar muito forte que foi responsável por trazer temperatura de 15ºC abaixo de zero ontem na Patagônia avançou para o Centro e o Norte da Argentina, alcançando o Sul do Brasil.

Muitas nuvens com instabilidade cobrem o Centro-Oeste da Argentina com a atmosfera muito gelada por uma massa polar antártica de alta pressão.

O ar muito gelado interagiu em Córdoba e outras províncias com um centro de baixa pressão em altura vindo do Chile e do Oceano Pacífico que instabilizou a atmosfera muito gelada.

A temperatura no aeroporto de Córdoba era de 1ºC quando começou a nevar depois das três da madrugada e caiu para 0ºC nas horas seguintes com registro de chuva congelada, neve, e neve misturada à chuva. No meio da manhã de hoje, o aeroporto local registrava 1ºC com chuva leve.

Neve em outras partes da Argentina

Não apenas a província de Córdoba teve neve nas últimas horas. Os flocos caíram em diversas províncias do Centro e do Oeste do país, particularmente na região do Cuyo. De acordo com o Serviço Meteorológico Nacional (SMN), nevou também San Luis, La Rioja, Mendoza, San Juan e Catamarca.


A temperatura mínima desta terça-feira no Aeroporto Internacional de Ezeiza, na Grande Buenos Aires, foi de 1,0ºC abaixo de zero. No observatório central de Villa Ortúzar, do Serviço Meteorológico Nacional (SMN), na cidade de Buenos Aires, os termômetros indicaram 4,5ºC. Na capital da província de Buenos Aires, a mínima foi de 0,5ºC negativo em La Plata. Em Maquinchao, na Patagônia, os termômetros indicaram 14,1ºC negativos.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

 

Anúncios