Anúncios

A fumaça de queimadas cobria metade da América do Sul nesta quinta-feira (8), publicou o cientista Santiago Gassó, especialista em aerossóis da agência espacial norte-americana. Conforme o pesquisador da NASA, a área coberta por fumaça na América do Sul na manhã de hoje chegava a 8,4 milhões de quilômetros quadrados. A fumaça cobria grande parte do território brasileiro.

Neste momento, em razão da forte e prolongada estiagem e de uma onda de calor muito intensa na parte central do continente, há um grande número de queimadas na América do Sul com fogo atingindo o Norte da Argentina, Paraguai, Bolívia e diversas regiões do Brasil, em especial o Centro-Oeste.

Dados da CETESB do fim da tarde de hoje indicavam qualidade do ar ao menos moderada (amarelo) em grande parte do estado de São Paulo, mas estações de monitoramento mais ao Norte paulista indicavam qualidade do ar ruim a muito ruim (laranja e vermelho) pela presença de material particulado na atmosfera.

Anúncios