Anúncios

Zona Norte de Porto Alegre na tarde deste domingo | Cristiano Noro

Um temporal passageiro de verão, que não chegou a ser forte, trouxe chuva, raios e até granizo miúdo em diferentes bairros de Porto Alegre no final da tarde deste domingo (24). A instabilidade avançou a partir do Noroeste com nuvens muito carregadas que se formaram em razão da convecção gerada pelo forte calor. A máxima na Capital registrada pelo Instituto Nacional de Meteorologia no bairro Jardim Botânico chegou a 34ºC, mas a sensação térmica (índice de calor) era maior pela alta umidade que trouxe um domingo de muito abafamento.

A chuva não chegou a ser volumosa nem tampouco houve vendaval ou granizo de maior dimensão, mas no decorrer da semana a Capital tem risco de períodos de chuva forte com altos volumes e ainda de temporais. Está começando um período de grande instabilidade atmosférica no Rio Grande do Sul que vai avançar até o começo de fevereiro e é muito provável que neste período se dêem algumas ocorrências de chuva forte e de temporais na cidade. Não será algo que vai ocorrer todos os dias, apesar da possibilidade de chover em todos ou em quase todos os dias até o início de fevereiro, sempre com intervalos em que o sol aparece com calor, sobretudo de manhã e no começo da tarde com calor.

A quarta à noite e a quinta-feira vão exigir muita atenção com um centro de baixa pressão profundo que atuará no Estado e interagirá com o ar tropical, gerando intensas áreas de instabilidade. Espera-se, ademais, muito calor na quarta antecedendo a chuva que vai avançar pelo Estado.


Não é possível dizer hoje que haverá temporal na Capital no final da quarta e/ou no começo da quinta, mas já é possível antecipar o risco. E, dadas as condições atmosféricas previstas, não se pode afastar que seja forte caso venha a ocorrer.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

Anúncios