Anúncios

Austin DOT

O mês de fevereiro deste ano foi o mais frio desde 1989 em grande parte dos Estados Unidos e ficou na 19ª posição entre os fevereiros mais frios dos últimos 127 anos.

As temperaturas despencaram devido a uma intensa massa de ar fria que se deslocou do Ártico e atingiu grande parte do país, com destaque para os estados de Arkansas, Iowa, Kansas, Missouri, Nebraska, Oklahoma e Texas. As cenas trazidas pelo frio foram raras e curiosas.


Nestes locais, fevereiro de 2021 esteve entre os 11 fevereiros mais frios já registrados com marcas históricas.

Apesar do frio histórico no mês passado, o inverno como um todo foi um dos mais quentes já registrados e os dois fatos estão relacionados.

Assim como no Brasil, os Estados Unidos tem suas ondas de frio associadas ao avanço de frentes frias que carregam na sua retaguarda as massas de ar frio e um evento que é capaz de barrar o avanço dessas frentes é chamado de bloqueio atmosférico. Quando há a atuação de um bloqueio é necessário um sistema com muita força para quebrá-lo.

A temperatura média geral dos Estados Unidos durante fevereiro foi de -0.8ºC. Esse frio intenso em algumas áreas americanas foi favorecido pela atuação de uma Oscilação Ártica fortemente negativa, que favorece eventos extremos de frio.

O frio extremo é frequentemente associado a um vórtice polar. Nesse caso, o que provavelmente resultou nesse evento foi um quadro de aquecimento estratosférico que ocorreu em janeiro e enfraqueceu o vórtice, permitindo que o ar frio vindo do Ártico avançasse até regiões mais ao Sul do continente.

Um exemplo para melhor entender esse vórtice polar pode ser o imaginando como um recipiente contendo água, se esse recipiente for removido a água se espalhará, ou seja, neste caso, o frio consegue avançar.

O pico do frio foi registrado entre os dias 14 e 16 de fevereiro, com temperaturas entre 20ºC e 30ºC abaixo da média em grande parte das Planícies Centrais e do  Sul norte-americano.

Essa onda de frio impediu com que esse inverno fosse um dos mais quentes da história nos Estados Unidos, o que ocorreu em outros lugares, como na Europa. Isso mostra que o efeito ao aquecimento global realmente é notável, onde mesmo com um evento associado a uma forte massa de ar ártica, a Terra é capaz de gerar temperaturas acima do normal.

No início de março os Centros Nacionais de Informação Ambiental da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA) disponibilizaram um mapa da temperatura média deste fevereiro comparada com a média dos fevereiros entre 1895 e 2021. 


Nele é possível identificar as áreas com o recorde de frio e as áreas que apesar de tudo foram mais quentes.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

Como consequência dessa onda de frio, foram registradas mais de 20 mortes e milhões sem energia elétrica, além de prejudicar a vacinação.

Anúncios