Anúncios

A MetSul Meteorologia alerta que os gaúchos vão experimentar uma radical mudança do tempo neste domingo. A tendência é de uma troca muito rápida de massas de ar, saindo o ar muito quente e entrando ar mais frio.

Uma soma de fenômenos vai causar a radical mudança do tempo. Inicialmente, um ciclone a Leste do Rio da Prata. Ademais, uma corrente de jato (vento) em baixos níveis da atmosfera sobre o Rio Grande do Sul, trazendo ar quente. E, por fim, uma frente fria que resulta do ciclone avançando pelo Estado.


Primeiro, calor

O domingo começará com ar muito quente cobrindo o Estado. Com efeito, a noite vai ser de temperatura acima do normal e mínimas muito altas para esta época do ano em várias regiões.

A temperatura não deve cair abaixo de 22ºC ou 23ºC durante a madrugada em diversos municípios. Os valores, para se ter ideia, são superiores às médias mínimas de janeiro e fevereiro.

A radical mudança do tempo vai ocorrer no decorrer do dia com o avanço de uma frente fria. A temperatura estará muito alta antes de a frente chegar do Centro para o Norte do Estado.

O domingo, portanto, ainda terá calor. A previsão é de máximas de 33ºC a 35ºC em algumas regiões, como os vales e a Grande Porto Alegre. A Capital será uma das cidades que ainda deve ter muito calor antes de o sistema frontal chegar.

Depois, vento e alívio

O calor da manhã e do começo da tarde será seguido por aumento de nuvens e fortes a intensas rajadas de vento. Então, com o vento, a temperatura vai cair rápida e bruscamente. Assim, o domingo que começou muito quente terminará com marcas amenas nos termômetros.

Os mapas, na sequência, mostram a anomalia de temperatura em 850 hPa (nível de 1500 metros de altitude) no começo, no meio e no final do domingo. Com efeito, é nítida a radical mudança de temperatura que vai ocorrer no decorrer do dia.

O declínio maior da temperatura, entretanto, vai ocorrer no início da segunda-feira com ar mais frio da Argentina. Por isso, o amanhecer da segunda será bastante ameno em grande parte do Rio Grande do Sul com marcas entre 10ºC e 15ºC em grande número de cidades.

Mais vento, menos chuva

Quem espera chuva com a frente fria deve se decepcionar. O sistema frontal vai trazer precipitação ao avançar pelo Rio Grande do Sul neste domingo, entretanto de forma muito irregular e ainda por cima escassa. A chance maior de chuva é em pontos do Oeste e do Sul. Na Metade Norte, grande parte das cidades não deve ter chuva.

Aliás, esta será a característica da passagem desta frente. A troca de massas de ar em um grande número de municípios vai se dar apenas com vento e sem chuva.

As rajadas de vento no Rio Grande do Sul, em geral, devem ficar entre 40 km/h e 60 km/h, mas no Sul e no Leste do Estado podem alcançar entre 60 km/h e 80 km/h neste domingo. Em alguns pontos, o vento pode ser mais forte. Porto Alegre é uma das cidades que pode ter rajadas de vento forte na virada do tempo com a chegada da frente e o ar mais frio impulsionado pelo ciclone no domingo. Com o vento, a temperatura terá subida e acentuada queda, da ordem de até 10ºC em algumas cidades em curto período.


Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

Por fim, o mapa acima mostra a projeção de chuva até 9h de terça do modelo WRF da MetSul. Como se vê, em muitas cidades o tempo vai virar sem chuva. Em Santa Catarina e no Paraná não deve chover na esmagadora maioria dos pontos dos dois estados com a atuação da frente. O mesmo se espera na Metade Norte gaúcha, onde, igualmente, poucos locais terão precipitação.

Anúncios