Anúncios

Bye, bye neve ! Agora é a vez da geada. O ingresso de ar mais seco no Sul do Brasil no dia de hoje afastou a possibilidade de neve no Rio Grande do Sul com menos nuvens no céu e o predomínio do céu claro. Sob uma atmosfera mais seca e de alta pressão atmosférica, o resfriamento noturno foi maior hoje e será ainda mais intenso nesta quinta. Com isso, as mínimas caíram. Nesta quarta, nada menos que 28 municípios do Rio Grande do Sul que possuem estações (maioria não tem) registraram marcas negativas. Todas regiões do Estado, inclusive o Litoral Norte, onde Torres registrou 1,3ºC, tiveram marcas abaixo de 2ºC. Porto Alegre teve  a sua menor temperatura no ano até o momento. Fez 1,9ºC na Lomba do Pinheiro.


Com o ar mais seco, a menor nebulosidade e o resfriamento noturno mais intenso, geou nesta quarta-feira em um maior número de cidades gaúchas . Houve observação de geada forte até na Grande Porto Alegre, como foi o caso de Campo Bom. O colega meteorologista Vilian Cardoso nos escreveu a fim de relatar a geada forte ocorrida hoje no interior de Canguçu. Segundo o colega, autor das fotos abaixo, os campos amanheceram cobertos de geada e os lagos congelaram. “Nem o pluviômetro escapou do gelo”, descreveu ele. A temperatura na relva às 8h30 era de -0,5ºC e a 1,5 metro (abrigo) fazia 0ºC.


Houve geada nos Campos de Cima da Serra, mas a presença de nuvens ainda durante a madrugada e a ocorrência de vento frustraram uma ocorrência maior do fenômeno, apesar do frito intenso com mínimas perto de 4ºC negativos em Cambará do Sul (fotos abaixo de Liane Castilhos), Bom Jesus (foto do carro de Raquel Jacoby Silveira), Vacaria e São José dos Ausentes.


Onde a geada foi muito mais forte hoje foi na Campanha e na fronteira com o Uruguai, regiões que tiveram menos vento durante a noite e tempo aberto. Tanto que a temperatura caiu a quase 3ºC abaixo de zero em Santana do Livramento nesta quarta-feira. Na vizinha Dom Pedrito (foto abaixo de Claudenir Munhoz) os campos amanheceram cobertos por bastante gelo.



O frio foi intenso em outras partes do país. Em Santa Catarina, a mínima foi de 6,8ºC abaixo de zero em Urupema. Geou até no litoral. Os morros a Oeste de Florianópolis ainda estavam nevados, a despeito da neve ter parado um dia antes. No Paraná, segundo o Simepar, as estações de Santa Helena (-0,6ºC), Maringá (-0,5ºC), Apucarana (-0,9ºC)., Antonina (1,5ºC) e Guaratuba (4,5ºC) tiveram seus recordes de mínima desde o começo dos registros em 1997. Na estação do Simepar em Curitiba fez -2,0ºC, a segunda menor mínima do histórico. O recorde é de 17/7/2000: -2,6ºC. A temperatura caiu ainda abaixo de zero no Mato Grosso do Sul. Foi a 8ºC em Rio Branco no Acre que, ao amanhecer, tinha apenas 1ºC a mais que Ushaia, na Terra do Fogo. Em Boca do Acre, no Amazonas, a mínima foi de 11,4ºC. Na cidade de São Paulo, a mínima hoje de 5,2°C no Mirante de Santana, foi a menor desde 18/07/2000, quando fez 4,1°C.

Anúncios