Anúncios

Chuva de 100 mm alagou Venâncio Aires no fim da tarde | FOLHA DO MATE

Forte temporal no fim da tarde desta sexta-feira provocou estragos, deixou um morto e fez com que o município de Venâncio Aires decretasse situação de emergência. Diversas ruas foram interrompidas devido aos alagamentos com a chuva torrencial em curto período que em medição do Centro Nacional de Previsão de Desastres chegou a 100 mm.

Segundo o Corpo de Bombeiros Militar de Venâncio Aires, a guarnição atendeu a diversos chamados no fim da tarde, principalmente, com pedidos de lonas por conta de destelhamentos de residências.


O número de chamadas foi maior do bairro Cidade Alta. Além disso, os Bombeiros atenderam a pedidos de remoção de árvores e galhos, que caíram durante o temporal. Ainda houve relatos de destelhamento no Parque Municipal do Chimarrão e no ginásio de esportes da Escola José Duarte de Macedo.

Agora à noite, em consequência do temporal, o prefeito Jarbas da Rosa decretou situação de emergência em Venâncio Aires. O documento destaca danos materiais provocados pela enxurrada e o vendaval. Ao menos 60 registros de destelhamentos foram feitos ao Corpo de Bombeiros até a noite desta sexta.


O decreto autoriza a convocação de voluntários, garante autorização para ingresso em áreas particulares em caso de risco e permite a compra de materiais e serviços sem licitação, voltadas às medidas de apoio no atendimento dos cidadãos.

FOLHA DO MATE

REDES SOCIAIS

Ainda na noite desta sexta-feira equipes de várias secretarias realizam mutirão nas ruas e estradas para garantir a circulação normal. Postos de saúde, escolas e a própria sede administrativa tiveram prejuízos por conta da enxurrada. Os prejuízos no setor primário ainda são contabilizamos.

Temporal causou desabamento com morte

O temporal causou a morte de Jonatan Santos de Medeiros, de 26 anos, atingido por uma parede de um prédio que estava sendo demolido, na Avenida das Indústrias, a cerca de 500 metros da RSC-453.

Conforme informações do Serviço Móvel de Urgência (Samu), dois motociclistas – entre eles Jonatan – se abrigaram após deixarem o trabalho atrás da parede de um prédio que estava sendo demolido. Em razão da força do vento a edificação caiu sobre eles.

Os dois eram colegas, trabalhavam em uma empresa também situada no bairro Industrial e tentavam se defender do granizo e da chuva. Jonatan Medeiros faleceu no local. Já Anderson Luís Chaves, de 33 anos, ficou com a parte de baixo do corpo soterrada pelos escombros, foi socorrido pelo Samu e encaminhado para atendimento médico no Hospital São Sebastião Mártir para exames.

Causa do temporal

A tempestade severa que atingiu Venâncio Aires foi consequência de uma gigantesca nuvem do tipo Cumulonimbus (Cb) que se formou sobre a região de forma explosiva no fim da tarde em consequência do excessivo calor e da umidade. Com o calor intenso, o ar ascende na atmosfera (convecção) e, havendo umidade suficiente, formam-se imensas nuvens isoladas de tempestade.

Estas formações são comuns durante os meses quentes do ano e ocorrem principalmente em dias de forte a intenso calor, como foi o caso de hoje. A região de Venâncio Aires foi a que teve as mais altas temperaturas hoje no Rio Grande do Sul.

As máximas desta sexta atingiram 38,7ºC em Rio Pardo, 38ºC em Lajeado (Univates), 37,8ºC em Colinas e Estrela, 37,6ºC em Teutônia, 37,4ºC em Campo Bom, 37,0ºC em Venâncio Aires, 36,4ºC em Feliz, 35,6ºC em Cachoeira do Sul, 35,5ºC em Três Coroas e 35,4ºC em Santa Rosa.

Anúncios