Imagem aérea feita por drone mostra a chegada das nuvens exrtremamente carregadas de temporais no começo da noite desta quarta-feira em Livramento | FABIAN RIBEIRO LEAL

Linha de instabilidade na dianteira de uma frente fria, com chuva forte e temporais, ingressava na noite desta quarta-feira pelo Oeste e o Sul do Rio Grande do Sul, em mais um episódio de tempo severo no estado, assim como era projetado por modelos numéricos e antecipado pela MetSul Meteorologia.

Esta novada rodada de tempo severo no Sul do Rio Grande do Sul e na fronteira nesta noite de quarta-feira se dá no momento em que há pessoas ainda sem energia elétrica no Sul gaúcho por efeito dos violentos vendavais de até 140 km/h do dia 21 de março, que arrasaram a rede elétrica em algumas cidades da região.

Boletim das 20h desta quarta do Aeroporto Comandante Kraemer, de Bagé, reportou rajada de vento de 96 km/h. Já a estação do Instituto Nacional de Meteorologia na cidade da Campanha registrou rajadas de vento de 25,5 m/s (92 km/h) entre 20h e 21h. Em Livramento, a estação oficial indicou vento de 79 km/h.


Além de vento e muitos raios, a instabilidade alcançou o Oeste e o Sul com chuva forte a intensa em diferentes pontos. Os acumulados na rede oficiais até às 21h eram de 28 mm em Dom Pedrito, 23 mm em Uruguaiana e 22 mm em Bagé.

Levantamento da MetSul mostra que o número de raios registrados pelo sensor GLM do GOES-16 até 21h atingiam 4.372 em Dom Pedrito, 3.048 em Quaraí, 3.025 em Livramento, 2.420 em Uruguaiana, 2.071 em Barra do Quaraí, 1.854 em Bagé e 1.153 em Aceguá.

De acordo com alerta da MetSul Meteorologia, o Oeste e o Sul gaúcho são as áreas do Rio Grande do Sul de maior risco de tempo severo isolado nesta noite de quarta e nas primeiras horas da quinta com muitos raios, chuva localmente forte a intensa e ainda a possibilidade de temporais isolados de vento forte e granizo.

Imagem de satélite do GOES-16 das 21h desta quarta | METSUL

A linha de instabilidade pré-frontal começou a mudar o tempo no estado em dia de calor fora do comum para abril em parte do território gaúcho. Na rede do Instituto Nacional de Meteorologia, as máximas ontem atingiram 34,4ºC em São Luiz Gonzaga; 34,1ºC em Ibirubá; 33,9ºC em Uruguaiana e Serafina Corrêa; 33,8ºC em Alegrete, São Borja e Santa Rosa; 33,7ºC em Passo Fundo; 33,5ºC em Tupanciretã; 33,3ºC em Cruz Alta; e 33,2ºC em Santo Augusto.


Já estações particulares no Norte e no Noroeste do estado chegaram a apontar 35ºC a 36ºC. As máximas oficiais de ontem de Serafina Corrêa (33,9ºC) e Passo Fundo (33,7ºC) são por demais altas para esta época do ano em se tratando de locais de maior altitude. Para se ter ideia, desde que se iniciaram as medições em Passo Fundo em 1913 jamais houve dia tão quente quanto ontem em abril, um novo recorde absoluto mensal na série histórica de 110 anos.

A chuva avança no decorrer desta quinta para a maioria das regiões gaúchas, mas a instabilidade perderá organização ao se deslocar pelo estado. Por isso, a chuva será irregular, a ponto de não atingir todas as cidades.

É o mesmo motivo para se afirmar que não se antevê cenário como o do dia 21 de março, quando temporais com vendavais atingiram todas as regiões na passagem de frente fria. Ocorrências de tempo severo serão mais pontuais e localizadas nesta quinta com maior risco no Oeste, Centro e Sul, especialmente no começo do dia.

Na sexta, a instabilidade ainda afeta o estado em parte do dia, sobretudo área do Centro e da Metade Norte, enquanto pelo Oeste e o Sul vai começar a avançar ar mais seco e frio que trará um sábado no estado de sol e temperatura agradável, tipicamente de abril. A trégua da chuva, porém, será breve. A previsão da MetSul indica que parte do estado voltará a ter instabilidade no domingo, inclusive com risco de chuva localmente forte e de alguns temporais isolados. Porto Alegre é uma das cidades que podem ter chuva forte no domingo.

A MetSul Meteorologia está nos canais do WhatsApp. Inscreva-se aqui para ter acesso ao canal no aplicativo de mensagens e receber as previsões, alertas e informações sobre o que de mais importante ocorre no tempo e clima do Brasil e no mundo, com dados e informações exclusivos do nosso time de meteorologistas.