Anúncios

Chuva virá com raios em várias cidades na chegada da frente fria | FABIANO GUTIERRES/ARQUIVO

A MetSul Meteorologia adverte para o risco de temporais isolados no Rio Grande do Sul no deslocamento de uma frente fria. A instabilidade que avançará dos países vizinhos vai atingir o estado gaúcho ainda hoje, durante a quinta-feira e em parte da sexta, com chuva em todas as regiões gaúchas e possibilidade de tempo severo localizado.

Fortes áreas de instabilidade na dianteira de uma frente fria se formam nesta quarta-feira no Centro da Argentina e no Uruguai com tendência de deslocamento para o Rio Grande do Sul, onde poderão provocar chuva localmente forte e temporais em alguns pontos com raios e rajadas de vento.

A frequência de frentes frias costuma aumentar a partir desta época do ano à medida que as massas de ar frio avançam com maior regularidade pela Argentina. Isso faz com que os intervalos entre eventos de chuva acabem sendo menores.

Na Argentina, o Serviço Meteorológico Nacional (SMN) emitiu para esta quarta alertas amarelo e laranja para as províncias de Buenos Aires, Santa Fé, Entre Ríos e Corrientes com o risco maior indicado para Entre Ríos, a Oeste do Uruguai.


Quanto ao Uruguai, onde a instabilidade atuará hoje antes de atingir o Rio Grande do Sul, o Instituto Uruguaio de Meteorologia emitiu aviso à população em que adverte para “tempestades fortes e muito fortes acompanhadas de chuvas ocasionalmente fortes”. O comunicado ressalta que “em áreas tempestuosas ocorrer chuvas intensas em curtos períodos, rajadas de vento forte e muito forte, granizo e atividade elétrica”.

Imagem do satélite GOES-16 do final da manhã desta quarta mostrava a frente fria na província de Buenos Aires e fortes áreas de instabilidade em sua dianteira | METSUL

A instabilidade começa a ingressar no Rio Grande do Sul da tarde para a noite desta quarta-feira e ao longo da madrugada desta quinta pela área de fronteira com o Uruguai. No decorrer da quinta-feira, a instabilidade avança para o Norte e atinge as demais regiões do território gaúcho.

Veja o que se espera deve acontecer nas próximas 36 horas. Os mapas abaixo mostram a projeção de evolução da instabilidade para a noite de hoje (3) e o decorrer da quinta-feira (4) a partir de dados do modelo de alta resolução WRF da MetSul Meteorologia, disponível ao assinante (assine aqui).

METSUL

De acordo com a nossa análise, o maior risco no momento inicial será de chuva forte em pontos isolados no Oeste e no Sul com possibilidade de raios e ocasionais temporais isolados de vento ou granizo. No decorrer da quinta, o risco se transfere para outras áreas do estado.

Enfatizamos que não se projeta cenário como o dia 21 de março, quando temporais com vendavais atingiram todas as regiões gaúchas na passagem de uma frente fria. Agora, quaisquer ocorrências de tempo severo tendem a ser mais pontuais, não se projetando tempestade para a grande maioria das cidades gaúchas, embora o risco em diferentes pontos da geografia gaúcha.

Na sexta, a instabilidade ainda afeta em parte do dia a Metade Norte do Rio Grande do Sul enquanto pelo Oeste e o Sul vai começar a avançar ar mais seco e frio que trará um sábado no estado de sol e temperatura agradável, tipicamente de abril.

A MetSul Meteorologia está nos canais do WhatsApp. Inscreva-se aqui para ter acesso ao canal no aplicativo de mensagens e receber as previsões, alertas e informações sobre o que de mais importante ocorre no tempo e clima do Brasil e no mundo, com dados e informações exclusivos do nosso time de meteorologistas.

Anúncios