Anúncios

Temporais de verão com granizo começam a fazer estragos no Sul do Brasil. Fortes tempestades isoladas associadas ao calor e umidade, típicas do verão, atingiram o estado de Santa Catarina na tarde de hoje, trazendo transtornos e danos em diferentes cidades.

A MetSul havia antecipado no dia de ontem que havia começado a temporada de chuva de verão e enfatizou que não raro as precipitações são localmente intensas, com alagamentos e acompanhadas de vento forte e granizo.


Foi o granizo que impressionou nesta sexta-feira em Santa Catarina. Em Vargem Bonita, município do Meio-Oeste catarinense, a quantidade de gelo que caiu foi impressionante a ponto de fazer a cidade parecer coberta de neve.

Impressionante temporal de granizo em Vargem Bonita (SC) | Rádio Líder

Ruas, gramados, casas e mesmo estradas da região foram tomados por blocos de gelo e com a temperatura alta após a tempestade nuvens de vapor cobriam o município com o derretimento do gelo.

Paisagem foi transformada pelo granizo em Vargem Bonita (SC) | Rádio Líder

Névoa tomou conta de Vargem Bonita (SC) com o gelo no campo e a temperatura alta | Rádio Líder

Temporais atingiram também os municípios de Lindóia do Sul, Catanduvas e Irani. Em São Joaquim, no Planalto Sul Catarinense, 30 mm de chuva torrencial em apenas 20 minutos trouxe alagamentos. As águas invadiram residências e uma mulher foi resgatado pelos bombeiros no interior de sua casa com a subida das águas. O vento forte causou também alguns danos.

Tempestade em São Joaquim (SC) | São Joaquim Online

Na Grande Florianópolis, bombeiros e temporais foram acionados desde de manhã por conta de queda de muros e deslizamentos de terra, além de alagamentos. A região de Florianópolis não teve temporal isolado de verão pelo calor e umidade como cidades do interior do estado. A causa foi aporte de umidade a partir do oceano que gerou chuva orográfica associada sim ao relevo.

No Rio Grande do Sul, formações isoladas de temporal também foram observadas durante a tarde desta sexta-feira. Enquanto a esmagadora maioria das cidades gaúchas tinha uma tarde de céu azul e muito sol com calor, cidades como Passo Fundo e Coronel Bicaco tiveram queda de granizo.

Risco de temporais era antecipado

“A gente não tinha essa previsão de temporal para hoje. Começou com uma chuva mais forte, queda de granizo e, no meio da chuva entrou um vento”, disse um oficial de Defesa Civil aos meios de comunicação catarinenses. O risco de temporais localizados, contudo, podia ser previsto e foi antecipado pela MetSul Meteorologia.

Modelos numéricos indicavam para a tarde de hoje múltiplos pontos isolados de instabilidade no estado de Santa Catarina com altos valores de refletividade, sinalizando, assim, um alto risco de granizo. O ar quente e instável contribuía para aumentar muito a instabilidade com a formação de nuvens carregadas de grande desenvolvimento vertical.

Previsão do tempo é de mais temporais de granizo

Temporais de granizo, chuva forte ou ventania devem se repetir neste sábado e podem atingir os três estados do Sul. As áreas de maior risco da tarde para a noite deste sábado incluem a Metade Norte do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.

Índices de refletividade indicados pelo modelo WRF da MetSul são muito altos em pontos bastante isolados dos estados catarinense e paranaense na tarde de hoje, o que sugere o alto risco de novas ocorrências de temporais de granizo e mais uma vez em grande quantidade com possibilidade de danos em áreas bastante localizadas.

O risco de temporais no domingo é menor. São esperadas pancadas de chuva localizadas nos três estados do Sul, mas em menor número de municípios que neste sábado. Como vai estar quente, alguns temporais isoladíssimos não podem ser afastados, mas, se ocorrerem, vão se dar em um número pequeno de localidades.

Temporais de verão são muito isolados por natureza

Entre os meses de novembro e março é comum que ocorra chuva isolada da tarde para a noite devido ao calor. Não raro, sobretudo em dias de intenso calor, tais pancadas podem trazer volumes altíssimos de chuva em curto período com alagamentos e inundações repentinas. Há vários precedentes de chover em meia hora ou uma hora o que é comum chover na média da metade de um mês ou até um mês todo.

Também nestes dias mais quentes cresce o risco de tempestades localizadas intensas com vendaval e granizo. Os temporais às vezes são severos e com danos, podendo desencadear até tornados e microexplosões atmosféricas.

Estas pancadas e temporais muito isolados e passageiros associados ao calor que ocorrem no período quente do ano são verdadeiro tormento para quem prevê o tempo. Por quê? É possível prever pancadas e temporais isolados numa determinada região horas ou duas antes, mas estabelecer exatamente onde ocorrerão com antecedência é muito difícil.


São inúmeros os casos de parte de uma cidade estar com sol e calor na mesma hora que outra parte da mesma localidade, a poucos quilômetros, estar sob chuva e temporal. Ou uma cidade estar com chuva e o município imediatamente ao lado estar com sol. Os temporais de verão são por natureza muito isolados.

É o que leva muita gente a questionar nas redes sociais durante o verão onde está a chuva que a Meteorologia previa para a sua cidade. Fato é que a previsão não estava necessariamente errada. A chuva que se previa pode ter caído alguns bairros adiante de onde a pessoa reside e ela não sequer viu porque onde estava tinha sol.

Anúncios