Anúncios

Fortes tempestades causaram estragos neste domingo em cidades da província de Buenos Aires, na Argentina. Os temporais vieram com abundante precipitação de granizo e ainda vento destrutivo em alguns pontos. O tempo severo decorrer do avanço de uma frente fria pela região que encontrou em sua dianteira uma massa de ar muito quente com a atuação de uma corrente de jato em baixos níveis da atmosfera.

A localidade mais castigada pelo tempo severo foi a de Saladillo, na província de Buenos Aires. Violenta tempestade assolou o município durante a manhã com acumulados de até 100 mm em poucos minutos, o que trouxe alagamentos na cidade argentina.

O que mais impressionou, porém, foi a enorme precipitação de granizo com grossa camada de gelo nas áreas urbanas e rural, o que fez parecer que tinha nevado em Saladillo.

Não bastasse a chuva intensa e o granizo em grande quantidade, a localidade foi atingida ainda por vento muito forte a destrutivo com destelhamentos e queda de árvores e postes.

De acordo com o balanço das autoridades locais, perto de cem residências sofreram com destelhamentos em Saladillo. O vento destrutivo provocou o colapso de estruturas com desabamentos. Silos e armazéns na zona rural acabaram destruídos pelo vento.

Imagens publicadas em redes sociais de moradores sugerem a possibilidade de que um tornado ou mais tenham passado pela região.

As condições eram favoráveis com enorme gradiente de temperatura a partir do avanço de uma frente fria e a presença de uma corrente de jato em baixos níveis da atmosfera atuando na região.

Em sua conta no Twitter, a Prefeitura de Saladillo informou que o município “atravessa um dos momentos mais difíceis da sua história” e pediu “solidariedade e paciência” para os moradores ante a magnitude dos estragos registrados. Não há informações de vítimas, apesar da violência da tempestade na localidade do Centro-Norte da província de Buenos Aires.

O município de 9 de Julio, próximo a Saladillo, também sofreu os efeitos do temporal com uma grande precipitação de granizo. A MetSul previa chuva forte e tempestades de vento e granizo para a região e o risco prossegue nas próximas horas no Centro argentino e no Uruguai. Ao avançar pelo Sul do Brasil, a frente fria não deve ter tamanha atividade e o risco de tempo severo é menor.

O avanço do sistema frontal com uma massa de ar muito quente na dianteira determinou incríveis diferenças de temperatura no Centro da Argentina na tarde deste domingo.


Em Santa Fé fazia 27ºC enquanto na mesma hora em Junin, na província de Buenos Aires, os termômetros indicavam 6ºC. Uma diferença de 21ºC em apenas 350 quilômetros.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

Várias cidades das províncias de La Pampa, Córdoba e Buenos Aires que ontem estavam com 25ºC a 26ºC hoje no mesmo horário registravam 5ºC a 10ºC. O Aeroporto Internacional de Ezeiza, em Buenos Aires, por exemplo, tinha céu claro e 26ºC às quatro da tarde do sábado e hoje no mesmo horário registrava 7ºC com chuva e vento forte.

Anúncios