Anúncios

Uma massa de ar frio atipicamente forte para esta época do ano atingirá estados do Centro e do Sul do Brasil, trazendo temperatura muito abaixo do que é normal para esta época do ano. Os modelos numéricos indicam que algumas áreas no Centro da América do Sul podem ter a temperatura mais abaixo da média em todo o mundo no primeiro dia do mês de novembro.

Uma das grandes preocupações trazidas pelo frio é a geada seu impacto na agricultura. Em sua manchete de capa da edição desta quarta-feira (26), o jornal Correio do Povo noticia a grande apreensão do campo com a possibilidade de geada muito tardia no começo de novembro no Rio Grande do Sul e nos demais estados da Região Sul assim como o temor que o frio intenso e muito fora de época possa trazer prejuízos em lavouras e hortaliças.

Uma das ferramentas para o produtor rural acompanhar as previsões de geada são os modelos numéricos de última geração e os mais usados no mundo em previsão do tempo ofereidos ao assinante da MetSul Meteorologia (assine aqui). A plataforma de dados da MetSul tem disponíveis modelos numéricos com projeções de probabilidade de geada atualizadas duas vezes ao dia (caso do canadense) e até quatro vezes no mesmo dia, como ocorre com o modelo norte-americano GFS.

“Informação e de qualidade é essencial para o produtor rural e com acessos a muitos dados e projeções poderá melhor elaborar o seu planejamento e mensurar os riscos diante de um evento extremo e atípico como se desenha este episódio de frio do começo de novembro”, enfatiza a meteorologista da MetSul Estael Sias. “Estes dados de geada que o assinante nosso tem acesso são os mesmos que fazemos uso para elaborar a previsão e demonstram um grande índice de acerto”, ressalta.


Nas 72 horas anteriores ao evento de frio, as projeções de geada vão estar disponíveis ainda ao assinante também pelo modelo WRF (Weather Research and Forecasting) de alta resolução de 4 Km com indicativo de quais pontos mais específicos podem registrar geada neste frio previsto para o começo de novembro.

Geada mais ampla e mesmo forte em alguns locais nesta altura do ano é extremamente preocupante pelo seu alto potencial de danos na agricultura. A colheita do trigo ainda não chegou ao fim e muitas áreas já começaram o plantio da safra de verão. Em alguns municípios, o tempo mais frio das últimas semanas ainda impede o plantio porque a temperatura do solo está muito baixa.

Anúncios