Anúncios

Campos amanhecerão mais uma vez com enorme geada neste sábado no Planalto Sul Catarinense e Aparados da Serra | Mycchel Legnaghi/São Joaquim Online

Pensa que o friozão acabou na última noite? Acabou não. As próximas madrugadas vão seguir com temperatura baixa e o amanhecer deste sábado pode, inclusive, ser tão ou mais frio que o de hoje em algumas localidades do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina.

A massa de ar polar começou a perder força, mas o sábado começará mais uma vez com frio muito intenso e até extremos em pontos das áreas de maior altitude. Na maioria das cidades, as mínimas serão mais altas que as desta sexta, entretanto, por vento mais fraco a calmo e atmosfera muito seca, baixadas de regiões de maior altitude podem ter mínimas semelhantes ou até menores que as de hoje.


Mínimas de -6ºC a -8ºC são possíveis neste sábado em baixadas dos Aparados da Serra, em especial na região de São José dos Ausentes, e no Planalto Sul Catarinense alguns pontos podem ter -8ºC a -10ºC, não se descartando até marcas mais frias na área de Bom Jardim da Serra.

Grande parte do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina outra vez começará o dia com os termômetros marcando mínimas ou negativas ou perto de 0ºC. O frio segue intenso ainda em parte do Paraná e em pontos do Sudeste. Geada novamente na maior parte do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina.

Em Porto Alegre, na maioria dos bairros, as mínimas devem ficar entre 3ºC e 5ºC, mas em alguns pontos da cidade pode fazer de 1ºC a 3ºC ao amanhecer neste sábado, o que mais uma vez favorecerá geada. Igualmente, a Grande Porto Alegre terá mais uma madrugada e amanhecer gélidos com geada ampla na área metropolitana e mínimas entre 0ºC e 2ºC nas estações mais frias.

Sexta-feira teve frio extremo no Centro-Sul do Brasil

O Rio Grande do Sul teve hoje o amanhecer mais frio do ano com mínima de -7,2ºC em Vacaria. Levantamento da MetSul apontou 75 municípios gaúchos que contam com estação meteorológica que tiveram marcas negativas, mas a maioria das 497 cidades do Estado anotou mínimas abaixo de zero. Grande Porto Alegre teve marcas negativas com -1,2ºC em Novo Hamburgo, -0,6ºC em Canoas e -0,2ºC em Campo Bom. Registrou-se geada generalizada.

Em Santa Catarina, a mínima oficial foi -8,9ºC em Urupema, mas estações particulares indicaram até -10ºC. No Paraná, mínima de 7,3ºC no município de General Carneiro. Em São Paulo, a cidade de São Paulo anotou mínima oficial na estação do Mirante de Santana, de referência histórica, de 4,5ºC. Foi a segunda menor mínima no século até agora e a mais baixa em julho na capital paulista desde a grande onda de frio de 2000. Estações da Prefeitura chegaram a indicar -3ºC no Sul da cidade.

Grande São Paulo anotou 1,5ºC em Barueri, temperatura mais baixa desde a abertura da estação em maio de 2011. No interior, a mínima em Rancharia de -4,1ºC, a menor do estado de São Paulo ontem, foi a menor desde o começo das medições em setembro de 2006. Em Campinas, a mínima de 3,5ºC foi a menor desde 2000, de acordo com a Cepagri.


Em Minas Gerais, o registro em Monte Verde de -4,5ºC foi o menor desde o começo das medições em 2004. Estação particular em Delfim Moreira chegou a indicar -9,3ºC. Em Belo Horizonte, a estação do Inmet da Pampulha registrou a menor mínima desde que passou a operar em outubro de 2006 com 7,5ºC. No Rio de Janeiro fez -7,7ºC no Parque de Itatiaia. E no Mato Grosso do Sul -3,2ºC em Iguatemi.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

Anúncios