Anúncios

CÉSAR LOPES/PMPA

Porto Alegre enfrenta falta de luz e desabastecimento de água em vários bairros em meio a uma forte onda de calor que elevou a temperatura ontem na capital a quase 40ºC e trouxe sensação térmica pelo aumento da umidade de 46ºC na tarde desta segunda-feira. São ao menos 14 bairros sem água na cidade e há pontos isolados com problemas de energia.

A Prefeitura de Porto Alegre informa que o Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae) enviou caminhões-pipa para suprir o abastecimento em diversas regiões de Porto Alegre. “O consumo elevado devido às altas temperaturas e a instabilidade no fornecimento de energia elétrica impactaram o fornecimento de água na capital”, esclareceu.


Na sexta-feira, a Estação de Tratamento de Água (ETA) Belém Novo, responsável pelo abastecimento dos bairros da zona Sul, Extremo Sul e Lomba do Pinheiro, ficou sem energia por quatro horas. Após o retorno da luz, equipamentos foram danificados devido à oscilação de tensão na rede elétrica.

Para atenuar a situação, o Departamento disponibilizou diversos caminhões-pipas, que durante as últimas 72 horas distribuíram cerca de 503 mil de litros de água nos bairros Lomba do Pinheiro, São José, Coronel Aparício Borges e Restinga.


“A prefeitura está em contato com a CEEE Equatorial para uma reunião de alinhamento entre os órgãos e irá buscar um possível ressarcimento pelos danos causados aos equipamentos”, afirma o diretor-geral do Dmae, Maurício Loss.

Conforme o Município, o quadro se agravou porque os reservatórios diminuíram devido ao consumo elevado resultante do forte calor nos últimos dias em Porto Alegre. A expectativa do Dmae é retomar o fornecimento a pleno ainda nesta segunda-feira.

Ontem, a máxima oficial no Jardim Botânico até 15h foi de 38,4ºC, a segunda mais alta deste ano, só atrás dos 38,8ºC de 13 de fevereiro. Em outros pontos da cidade, as máximas foram 39,6ºC no Lami, 39,3ºC na Auxiliadora, 38,8ºC na Chácara das Pedras e 36,9ºC em Belém Novo.

A temperatura mínima oficial na madrugada de hoje em Porto Alegre foi de 25,6ºC na estação do bairro Jardim Botânico. Trata-se da temperatura mínima mais alta deste ano na capital gaúcha e uma das madrugadas mais quentes em anos na capital gaúcha.

De acordo com levantamento do meteorologista Marcelo Schneider, do Instituto Nacional de Meteorologia, a mínima de hoje na estação convencional de Porto Alegre de 25,6ºC foi a mais alta para dezembro desde 31 de dezembro de 2014, quando fez 26,7ºC. Já para qualquer mês do ano, a mínima de hoje foi a mais alta desde 2021, quando no dia 10 de janeiro a temperatura não baixou de 25,8ºC na estação convencional.

O calor seguiu intenso durante o dia e a tarde é escaldante na cidade nesta segunda-feira. O índice de calor (sensação térmica) no meio da tarde era de 46°C em Porto Alegre com temperatura à sombra em estação meteorológica de 35°C e umidade relativa do ar alta de 63%. O cálculo foi feito usando a fórmula do NWS/NOAA a partir de dados da estação oficial da capital.

A MetSul Meteorologia está nos canais do WhatsApp. Inscreva-se aqui para ter acesso ao canal no aplicativo de mensagens e receber as previsões, alertas e informações sobre o que de mais importante ocorre no tempo e clima do Brasil e no mundo, com dados e informações exclusivos do nosso time de meteorologistas.

Anúncios