Anúncios

Uma onda de calor afeta parte do Rio Grande do Sul e ainda vai prosseguir por vários dias. O episódio de temperatura muito acima da média não atinge todas as regiões gaúchas e concentra-se mais em cidades do Oeste do estado, estendendo-se para a Campanha e o Noroeste.


Ontem, os termômetros já indicaram máximas muito altas no Oeste com registros em estações oficiais de 38,0ºC em Quaraí, 36,9ºC em Uruguaiana, 36,4ºC em São Borja e 36,1ºC em Santiago. Fez muito calor ainda na Campanha com 37,1ºC de máxima em Bagé.

A massa de ar muito quente que afeta parte do Rio Grande do Sul é de grande abrangência e atinge a maioria das províncias da Argentina. Na Patagônia, a temperatura chegou ontem a 37,2ºC em San Antonio Oeste. No Centro argentino, Ezeiza anotou na segunda 37,7ºC e Córdoba 35,6ºC. No Nordeste argentino, máxima de 37,4ºC em Paso de los Libres. No Norte, 41,5ºC em Rivadavia.


O calor prossegue e aumenta no Oeste do Rio Grande do Sul. Hoje, no meio da manhã, já fazia mais de 35ºC na estação do Instituto Nacional de Meteorologia em Quaraí. As máximas à tarde na região vão variar entre 38ºC e 40ºC em diversos pontos.

A previsão da MetSul é que as máximas entre amanhã e sexta-feira devem se manter neste intervalo de 37ºC a 40ºC no Oeste gaúcho, não se descartando até 40ºC a 41ºC à medida que o ar quente vai se reforçar no final desta semana.

No fim de semana, aumento de nuvens e pancadas de chuva devem evitar que as máximas no Oeste atinjam valores tão extremos, mas vai seguir muito quente. O abafamento se tornará enorme e com índices de calor entre 40ºC e 50ºC.

Na semana que vem, o Oeste gaúcho vai continuar com calor extremo e deve enfileirar mais uma sequência de dias com máximas de 37ºC a 40ºC. Há dados, inclusive, indicando que na segunda metade da semana que vem ingressaria ar ainda mais quente com máximas superiores a 40ºC.

A região de Porto Alegre, ao contrário, escapa deste episódio de extrema temperatura desta semana. O ingresso de nuvens e a presença de ar mais ameno na costa junto ao Leste do Rio Grande do Sul desfavorece maior aquecimento e impede que as máximas altíssimas do Oeste se repitam na região metropolitana.

De acordo com a previsão da MetSul, a tendência é que este cenário se mantenha com a capital sem sofrer a influência do calor mais extremo do Oeste. As máximas, em média, devem ficar entre 30ºC e 32ºC até sexta.

No próximo fim de semana é que a temperatura tende a ter uma disparada e a Grande Porto Alegre deverá ter máximas acima dos 35ºC. A primeira metade da semana que vem, conforme os dados, teria calor menos intenso com o retorno das máximas muito altas no final da próxima semana.

Anúncios