Anúncios

MetSul emitiu alerta de chuva excessiva no Estado com volumes extremamente altos no decorrer da semana com acumulados entra hoje e sexta que superarão a média histórica de precipitação de julho em muitos municípios com marcas até 150% a 200% da média do mês em só cinco dias em algumas cidades. Isso significa metade da chuva média do inverno inteiro em apenas cinco dias. 

Projeção de chuva para a semana do modelo alemão Icon

A chuva deve ser volumosa na maioria das regiões, mas, particularmente, no Oeste, Centro e no Sul gaúcho, com 100 mm ou mais em diversos municípios, e registros em alguns que podem se aproximar ou superar 200 mm. Isoladamente são possíveis até acumulados ao redor dos 300 mm. Porto Alegre e região estão entre as áreas que podem ter muita chuva. 


Chuva projetada apenas até 21h de quarta (24/7) pelo modelo WRF

Sob este cenário, as condições serão favoráveis a alagamentos em áreas urbanas. Há risco de elevação rápida de rios e arroios no Oeste, Centro e Sul gaúcho com alto risco de cheias e inundações. Temporais isolados, sobretudo de granizo, não são descartados.

Frente fria chega neste começo de semana, mas não conseguirá romper o bloqueio da grande massa seca no Brasil. Com isso, o sistema ficará quase estacionário sobre o Estado até sexta, despejando um grande volume de chuva. Ao mesmo tempo, ar polar que foi responsável por nevasca no Sul argentino no fim de semana reforçará a instabilidade e trará frio úmido a partir da metade da semana. 


Mais ao Norte gaúcho, em Santa Catarina e no Paraná os efeitos da instabilidade da semana serão menores com o predomínio do sol e do calor na semana.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

 

Anúncios