Anúncios

 


 

 

O mês de JUNHO está chegando ao fim com um histórico de dias gelados no Sul do país, com maior impacto no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina. O mapa ao lado mostra que a temperatura mínima nestes 25 dias do mês ficou entre 2 a 4°C abaixo da média de uma forma geral no Rio Grande do Sul.

Foram vários episódios de geada significativa ao longo do mês. Hoje (26/06) a mínima mais uma vez baixou de zero no Estado com registro de -0,9°C em Pelotas, -0,7°C em Quaraí. Em Santana do Livramento fez 0,3°C e em Pinheiro Machado fez -0,7°C.

AMANHàainda poderá fazer frio intenso com marcas que poderão baixar de zero em alguns pontos e não se afasta mais um dia de ocorrência de geada. O ar polar devera atuar com mais força em área do Norte e Leste.

 

 

 

 

 

Em relação a PRECIPITAÇÃO pela frequente atuação de massas de ar seco e frio o volume de precipitação até agora em grande parte das áreas está abaixo da média histórica. No Rio Grande do Sul, as áreas mais próximas a Santa Catarina, sobretudo, na Serra a chuva até passou da média em alguns municípios com desvios positivos de chuva.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

____________________PREVISÃO ATÉ O FIM DO MÊS

 

O modelo GFS mostra que em grande do país o ar seco mantém o tempo firme com sol e amplitude térmica típica desta época. Os meses de inverno são tipicamente secos no Centro do país e portanto condição normal da época irá predominar.  No Sul, contudo, a partir de quinta-feria um sistema de baixa pressão poderá mudar um pouco o cenário de precipitação. Modelos projetam instabilidade com chuva expressiva com acumulados que no Noroeste do Rio Grande sul e Santa Catarina poderão passar de 100 mm em alguns pontos. Este cenário se confirmando o mês de junho poderá terminar com chuva dentro da média histórica e até acima em boa parte dos estados do Sul do Brasil.

____________________________________JULHO

 


O interessante é que passado a chuva, os modelos indicam um bloqueio que poderá se expandir até o Sul transportando ar quente em direção ao Sul e assim garantindo aquecimento e sensação de calor nos primeiros dias do mês que é um dos mais frios da climatologia no Rio GRande do Sul. Veja o gráfico de previsão de temperatura e precipitação para os próximos 10 dias em Porto Alegre:

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

Anúncios