Anúncios

Forte nevada atingiu Bariloche no primeiro dia da temporada oficial de inverno | Divulgação

Forte nevada com avanço de ar polar na Argentina faz a alegria dos turistas. Foi na região da cordilheira na província de Rio Negro, no Sul do país.

A neve caiu forte durante a sexta-feira em Bariloche, alegrando os turistas que estão em menos número neste ano na localidade devido às restrições de viagem. A temperatura variava entre 0ºC e 1ºC, quando os flocos caíam sobre a cidade argentina.


A nevada da sexta-feira em Rio Negro coincidiu com o feriado nacional de 9 de julho e a abertura oficial da temporada de férias de inverno. A base do Cerro Catedral amanheceu coberta de neve para o deleite de que estava no local.

O aumento dos voos e a neve são responsáveis por uma ocupação de 40% da rede hoteleira de Bariloche, muito abaixo dos números das temporadas normais de inverno.

Neve coincidiu com a abertura oficial da temporada de inverno | Ministério do Turismo de Rio Negro

A neve, entretanto, causou transtornos. A forte nevada deixou o trânsito complicado na Ruta 40 entre Bariloche e Bolsón. Neve e gelo se acumularam na pista, o que forçou o uso de máquinas. As autoridades recomendam muita atenção ao se trafegar pela região ante as condições desfavoráveis da rodovia.

Hoje, a temperatura subiu e o sol apareceu entre as nuvens na cidade. Fazia 4ºC ao meio-dia deste sábado em Bariloche, temperatura alta para uma nova ocorrência de neve. Nos próximos dias, entretanto, nova massa de ar frio deve voltar a trazer neve para a região Sul da Argentina.

Ar polar que trouxe a neve na Argentina vem para o Sul do Brasil?

A massa de ar polar responsável pela nevada de ontem em Bariloche não era de forte intensidade. O seu movimento é zonal, de Oeste para Leste, e a tendência é não chegar ao Sul do Brasil. Como os mapas abaixo mostram nas projeções do modelo canadense, o ar frio que atingiu Bariloche avança para o Oceano Atlântico.


Ocorre que ar frio chegará ao Sul do Brasil por uma outra massa de ar polar que ingressa no próximo fim de semana. Não será tão intensa quanto a do final de junho, entretanto vai provocar noites muitos frias.

Antes, porém, a primeira metade da semana será marcada por temperatura acima da média no Sul do país com tardes até de calor em alguns locais.

Anúncios