Anúncios

Lavouras de soja tiveram que ser replantadas na região de Bagé e outras enfrentam perda de produtividade. Açudes secam e começa a faltar água para consumo humano e animal em pontos da região da Campanha. Cristal decreta situação de emergência por milionárias perdas na agricultura. A produção de milho tem sua produtividade afetada e em alguns municípios do Centro e do Norte do Estado já se registra quebra. Efeitos da estiagem que assola várias regiões do Rio Grande do Sul.

A chuva, como antecipou por meses a MetSul Meteorologia em seus prognósticos climáticos e projeções do Oceano Pacífico, apresentaria diminuição entre o final da primavera e o começo do verão, como é comum ocorrer com um evento clássico do fenômeno La Niña. A situação se agravou muito em dezembro, quando os volumes de chuva foram muito baixos. Há localidades no Rio Grande do Sul em que nada choveu nos últimos trinta dias. O mapa ao lado mostra a anomalia de chuva nos últimos 30 dias em que se observa que a precipitação ficou abaixo a muito abaixo da média em todo o território gaúcho com desvios de 100 mm a 200 mm abaixo da média em pontos do Estado.



A região que mais preocupa a MetSul Meteorologia é a Metade Sul e parte do Centro do Estado, uma vez que nos próximos dias a chuva deve aumentar principalmente na Metade Norte com volumes até muito satisfatórios, acima de 100 mm, em pontos do Norte gaúcho. Em diversos locais da Metade Sul, as precipitações tendem a seguir muito irregulares com acumulados baixos. Somente pontos localizados podem ter chuva mais forte e volumosa em razão de convecção (combinação de calor e umidade) que forma nuvens mais carregadas isoladas e que são capazes de despejar grandes volumes de chuva em curto período numa área muito limitada.

Mesmo que chova forte em pontos localizados com volumes altos de forma isolada no Sul gaúcho, não se esboça um cenário de precipitações generalizadas de maior volume para a região que pudesse reverter o quatro atual de significativo déficit hídrico em algumas localidades. Mesmo na Metade Norte do Rio Grande do Sul, apesar dos acumulados mais altos previstos, é provável que alguns pontos sigam se ressentindo de chuva mais volumosa.

Anúncios