Anúncios

Cidade alemã de Schuld foi arrasada pela chuva e contabiliza dezenas de desaparecidos nas inundações | Bernd Lauter/AFP/MetSul Meteorologia

Chuva extrema traz enchentes catastróficas na Europa Ocidental nesta sexta-feira. O episódio de chuva é descrito como o de “uma geração”. Os países mais castigados são Alemanha, Holanda, Bélgica, Luxemburgo e Suíça. Rios rapidamente saíram dos seus leitos e inundaram cidades inteiras com enorme correnteza e até dois a três metros de altura das águas nas ruas, o que trouxe imagens impressionantes na manhã desta sexta-feira.

“É uma catástrofe. Há mortos, desaparecidos e muitos ainda em perigo”, disse Malu Dreyer, chefe de governo do estado alemão de Rheinland Pflaz. As autoridades alemãs já confirmaram 42 mortos e afirmam que há dezenas de desaparecidos.

Alguns meios de imprensa do país chegam a mencionar centenas de desaparecidos nas inundações. Foram mobilizados helicópteros de vários estados para resgatar pessoas que buscaram proteção nos telhados de suas casas.

Os estados mais atingidos pelas enchentes na Alemanha são Renânia do Norte-Vestfália e Renâmia-Palatinado. A localidade mais castigada é a de Schuld, na Renânia-Palatinado, onde as autoridades contabilizavam ao menos 70 pessoas desaparecidas na manhã desta sexta-feira.

Casas desabaram com a força das águas e pessoas foram arrastadas pela forte correnteza. Foi decretado estado de catástrofe na região e o exército foi acionado.

Bélgica e Holanda

Há relatos de mortos e desaparecidos em razão da chuva e das inundações no outro lado da fronteira, na Bélgica. A cidade de Chaudfontaine começou a ser evacuada ainda durante a tarde da quarta-feira ante a perspectiva de graves inundações.

Cidade belga de Liége estava debaixo d’água nesta sexta-feira | Bruno Fahy/AFP/MetSul Meteorologia

O governo francês enviou tropas e helicópteros para auxiliar as autoridades belgas, Os governos de Itália e Áustria fizeram ofertas semelhantes de ajuda.

O Norte da França também sofre com intensas precipitações. Na Holanda, a cidade de Valkenburg, perto das fronteiras com a Alemanha e Bélgica, retirou pessoas de prédios e casas antes de as ruas da cidade se transformarem em rios.


Tropas foram mobilizadas para resgatar pessoas das inundações e colocar sacos de areia diante do transbordamento de rios.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

Suíça

Na Suíça, há relatos de deslizamentos de terra. Vários lagos do país correm o risco de transbordar com o excesso de chuva. O que mais preocupa é o Lucerne, na parte central do país. As autoridades fecharam diversos túneis e estradas em regiões montanhosas.

Anúncios