Anúncios

Forte massa de ar frio vai derrubar a temperatura no Sul e em partes do Centro-Oeste e do Sudeste do Brasil. Não será uma incursão de ar polar tão intensa quanto a registrada no fim de junho, mas novamente o ar frio terá uma trajetória continental, avançando pelo interior do continente, e trazendo acentuado declínio da temperatura em diversos estados.

Forte massa de ar frio terá trajetória continental e causará acentuado declínio da temperatura em diversos estados brasileiros | MetSul

Com a passagem de uma frente fria, a temperatura caiu nas últimas horas no Rio Grande do Sul a partir do ingresso de ar mais frio, entretanto um reforço significativo de ar polar chegará no fim de semana. Será impulsionado por um ciclone extratropical a Leste da Argentina e do Uruguai.


Por isso, o resfriamento mais acentuado terá início no fim de semana, principalmente no domingo, quando o ar mais gelado estiver avançando pelo Sul do Brasil e o Centro-Oeste. As mínimas e máximas terão queda acentuada com sensação de muito frio reforçada pelo vento.

Madrugadas de muito frio na próxima semana

Devido à influência do ar polar, a temperatura estará muito baixa durante as madrugadas da próxima semana no Sul do Brasil e em parte do Centro-Oeste, como o Mato Grosso do Sul e áreas mais a Oeste do Mato Grosso. No Rio Grande do Sul, as menores mínimas vão se dar entre domingo e quarta-feira da semana que vem.

A MetSul projeta marcas negativas ou próximas de 0ºC em grande número de cidades do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina na primeira metade da próxima semana. Pontos de baixadas do Noroeste gaúcho podem registrar -3ºC a -4ºC. A área de Santa Maria, no Centro gaúcho, pode ter 1ºC a 2ºC. Em Uruguaiana, no Oeste, 2ºC a 4ºC de mínimas na primeira metade da semana que vem. Na fronteira com o Uruguai, Quaraí e Livramento podem baixar a marcas de -2ºC a 0ºC nas madrugadas maias frias. E, no Sul, na região de Pelotas pode fazer 1ºC ou 2ºC.

Além do ar gelado, o perfil muito seco da atmosfera favorecerá intenso resfriamento noturno. Com isso, mínimas tão baixas como -5ºC a -6ºC, em alguns locais até inferiores, podem ocorrer nos Campos de Cima da Serra do Rio Grande do Sul e em áreas de baixadas de locais de maior altitude do estado gaúcho como da região de Soledade e da Serra do Sudeste. Na Serra Gaúcha, as mínimas, em geral, devem ficar entre 0ºC e 2ºC, mas com marcas muito menores nas áreas de baixadas.

Projeção de mínimas do modelo canadense para a madrugada da terça-feira no Centro-Sul do Brasil | MetSul

No Planalto Sul Catarinense, as mínimas devem ser ainda menores que as do Nordeste gaúcho, caindo a valores como de -6ºC a -8ºC em diferentes estações, menores isoladamente. Muitos pontos do Paraná vão ter também marcas abaixo de zero ou ao redor de 0ºC.

Porto Alegre deve ter mínima de 5ºC ou 6ºC no domingo, mas com marcas menores na área metropolitana. Na segunda, 6ºC ou 7ºC na Capital e 4ºC a 5ºC na Grande Porto Alegre. Na terça, mínima prevista ao redor de 5ºC em Porto Alegre e de 2ºC a 3ºC em alguns pontos da região metropolitana. Já na quarta-feira pode fazer 4ºC ou 5ºC na área da Capital, mas com 0ºC a 2ºC em setores do Grande Porto Alegre.

No Mato Grosso do Sul, as madrugadas mais frias devem ser as de segunda e terça. No estado de São Paulo, muitas cidades terão mínimas menores neste evento de frio que no do fim de junho. As madrugadas de terça e quarta da próxima semana serão muito frias na cidade de São Paulo e não se descarta que a marca de 0,1ºC do episódio gelado do final de junho possa ser batida.

Geada será forte e ampla

A sequência de madrugadas muito frias com ar seco, tempo aberto e vento calmo trará vários dias seguidos com formação de geada no Sul do Brasil. Já deve gear nesta sexta e no sábado em pontos do Rio Grande do Sul, sobretudo do Oeste e do Sul, entretanto a geada deve se generalizar a partir do domingo.

Projeção de geada do modelo canadense para o amanhecer da segunda-feira | MetSul

A geada será ampla nos três estados do Sul do Brasil na primeira metade da semana, mas deve chegar a pontos do Sul do Mato Grosso do Sul e do estado de São Paulo.

A geada será forte em muitos locais do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e o Paraná, devendo ser severa em algumas localidades como de maior altitude com expectativa de congelamento em razão das mínimas abaixo de zero.

Assinante da MetSul tem na seção de mapas (clique aqui) as projeções detalhadas de geada e temperatura

A previsão é de geada em quase toda a Grande Porto Alegre e mesmo em alguns bairros da capital gaúcha nas madrugadas mais frias na região na terça e na quarta-feira. Espera-se geada forte em Curitiba e pode gear mesmo em alguns bairros da cidade de São Paulo, especialmente mais ao Sul da capital paulista.


Sensação térmica gelada no ingresso do ar polar

O ar polar que chega no fim de semana será impulsionado por um ciclone extratropical. O sistema vai atuar inicialmente na costa da Argentina, na altura da província de Buenos Aires, e depois rumará para Nordeste no sentido da foz do Rio da Prata, avançando após para o Leste do Uruguai e o Sudeste do Chuí, antes de se distanciar.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

A chegada de ar mais frio já será percebida no sábado, mas na maior parte do Estado e do restante do Sul do Brasil só no domingo e com vento. Projeta-se vento moderado com rajadas por vezes fortes de 60 km/h a 80 km/h, sobretudo no Sul e no Leste gaúcho. A temperatura baixa combinada com o vento resultará em sensação térmica bastante baixa e de muito frio, especialmente no final do sábado e durante o domingo. O vento tende a ceder na segunda-feira.

Anúncios