Anúncios

O Centro de Previsão do Tempo Espacial da Administração Nacional de Oceanos e Atmosfera dos Estados Unidos emitiu no fim da tarde de hoje um aviso de tempestade solar para o planeta Terra nas próximas 48 horas após uma grande explosão solar do tipo C ter ocorrido no começo desta semana.

A região de manchas solares 2790 que vinha diminuindo nos últimos dias e com um campo magnético aparentemente simples surpreendentemente acabou produzindo uma explosão solar C7.4 de longa duração. Esta erupção solar foi eruptiva e rapidamente ficou claro que ela lançou uma ejeção de massa coronal (EMC) que provavelmente atingirá a Terra. Nas imagens, a ejeção de massa coronal associada com a explosão solar vista pelos equipamentos de monitoramento da NASA como a SOHO.

Uma clara ejeção de massa coronal halo assimétrica completa pode ser vista nas imagens SOHO LASCO C2 e C3 deixando o Sol após a explosão solar de C7.4. A maior parte da ejeção de massa coronal está indo um pouco ao Sul do nosso planeta, mas os experts esperam um impacto quando a nuvem de plasma chegar à Terra.

Não há necessidade de se preocupar com efeitos na superfície do planeta, uma vez que esta nuvem de plasma terá impacto sobre a nossa magnetosfera.

A tempestade solar, entretanto, deve favorecer um grande show de luzes nas maiores latitudes com as auroras.

O novo ciclo solar, que tem duração aproximada de 11 anos, recém começou e esta explosão no Sol foi a maior dos últimos três anos. A NOAA projeta um ciclo menos ativo do que o normal, mas mesmo ciclos solares pouco ativos podem produzir grandes explosões.

Anúncios