Anúncios

Destroços do tornado arrasador que atingiu o Sudoeste do estado norte-americano do Kentucky e destruiu cidades inteiras foram identificados por radares meteorológicos a 37 mil pés de altura | JOHN AMIS/AFP/METSUL METEOROLOGIA

Os destroços do devastador tornado que atravessou pelo Oeste do estado norte-americano do Kentucky atingiram altitudes de cruzeiro em que voam os aviões. É o que mostram imagens de radar meteorológico que captaram destroços em altitudes de até 37 mil pés ou 11.280 metros de altura sobre a superfície.


A constatação foi feita a partir do que se denomina pela sigla de TDS, Tornado Debris Signature, ou assinatura de destroços de tornado. Pedaços de casas, prédios, árvores e outros materiais são sugados pelo violento do tornado para o interior da nuvem de tempestade e são levados pelos intensos movimentos e ascendentes de vento no interior da nuvem até o seu topo ou perto dele.

É extremamente raro que sejam registradas assinaturas de destroços de tornado a altitudes tão elevadas como 37 mil pés. Mesmo em tornados devastadores anteriores deste século os registros foram, em média, de 20 mil pés de altitude. O dado de 37 mil pés é revelador de como o tornado que atingiu o Sudoeste de Kentucky foi excepcionalmente intenso e destrutivo.

Como consequência de objetos sendo sugados pelo tornado para o interior da nuvem de tempestade, uma fotografia de família de morador da cidade de Dawson Springs, no Kentucky, foi encontrada por residente da cidade de Albany, no estado de Indiana. A distância entre as duas cidades é ao redor de 500 quilômetros. Dawson Springs, assim como ocorreu com a cidade de Mayfield, foi praticamente destruída pelo tornado.

O episódio da foto tem um precedente no Sul do Brasil. O tornado que atingiu o município de Guaraciaba, no Oeste de Santa Catarina, em 7 de setembro de 2009. Uma fotografia de morador do município catarinense acabou encontrada depois em uma plantação no município gaúcho de Pontão que está a quase 250 quilômetros de distância.

O tornado que atingiu Manyfield e Dawson Springs varreu por quatro estados norte-americanos em quatro horas em meio a uma rara onda de tempo severo para dezembro. A estimativa é que tenha percorrido 340 quilômetros, o que faria do tornado de mais longa extensão da história dos Estados Unidos, superando o Tri-State tornado de 1925.

O Serviço Nacional de Meteorologia dos Estados Unidos, entretanto, terá que ainda confirmar se foi um mesmo tornado ou vários tornados que se formaram sob a mesma supercélula tornádica. O twister da última noite atravessou os estados de Arkansas, Missouri, Tennessee e Kentucky.

O governador do estado norte-americano do Kentucky, em entrevista coletiva no começo da tarde deste sábado, afirmou que ao amanhecer havia certeza que o número de mortos no estado era de 50, mas que o número ao final do dia pode passar de 100. Conforme o mandatário, a luz do dia revelou uma situação muito pior que era imaginada após o arrasador tornado que passou pelo Oeste de Kentucky durante a noite.

Anúncios