Anúncios

Uma rara e violenta onda de tornados para esta época do ano atingiu os Estados Unidos na noite desta sexta-feira e na madrugada deste sábado com danos e vítimas em diversos estragos no que pode ser o pior evento de tempestades severas fatais desde a onda de tornados de 2013.

Ontem, 10 de dezembro, marcou 3.125 dias desde que os Estados Unidos registraram pela última vez um tornado EF5. Essa é a “seca de EF-5” mais longa desde que os registros oficiais começaram em 1950 e pode ter terminado. A última ocorrência foi em 20 de maio de 2013, em Moore, estado de Oklahoma.


O número de mortos neste tornado outbreak (onda de tornados) é ainda incerto, mas será muito alto. De acordo com o governador do estado norte-americano do Kentucky Andy Beshear, as vítimas fatais pela passagem dos tornados no Oeste e Kentucky podem se situar entre 70 e 100. Beshear declarou estado de emergência e pediu ajuda federal.

Prédios, casas e estruturas de empresas foram completamente destruídos na passagem dos tornados pelos estados da região central dos Estados Unidos. Centenas de milhares de pessoas estão sem luz. A ocorrência dos tornados durante a noite e numa época em que o fenômeno é menos comum pode ter pego muitas pessoas desprevenidas, contribuindo para aumentar o número de vítimas.

Localizada no oeste de Kentucky, a cidade de Mayfield, com população de 10.000, foi a mais atingida nesta onda de tornados e sofreu o impacto direto de um grande e violento tornado que percorreu centenas de quilômetros desde o seu surgimento. Uma rara emergência de tornado chegou a ser declarada para Mayfield pelo Serviço Nacional de Meteorologia dos Estados Unidos (NWS).

Imagens de Mayfield após a passagem do tornado mostraram um cenário de devastação com muitas casas e prédios destruídos. Em pontos da localidade de Kentucky, havia apenas escombros.

A maioria das mortes, que se estima em mais de 50, ocorreu numa fábrica de velas em que estavam mais de 100 trabalhadores e foi atingida diretamente pelo tornado e foi parcialmente destruída.

Possível tornado recorde a atingir quatro estados

Meteorologistas norte-americanos durante toda a madrugada deste sábado usaram suas redes sociais para se manifestarem assustados com um único tornado violentíssimo que pode ter sido o primeiro a atingir quatro estados norte-americanos.

O tornado, possivelmente um EF-4 ou EF-5, percorreu mais de 300 quilômetros em partes dos estados do Arkansas, Missouri, Tennessee e Kentucky, causando danos extremos. Uma vez confirmada a trajetória nos relatórios oficiais, pode se tornar o tornado a percorrer maior distância até hoje nos Estados Unidos e o primeiro a atingir quatro estados (Quad-State), superando o Tri-State Tornado de março de 1925.

O Quad-State Tornado atravessou cidades como Valley View, Lake City, Leachville, em Arkansas, e Hornersville, Rives, Gobler, Hayti e Caruthersville, no Missouri, antes de cruzar o rio Mississippi para o estado do Tennessee e, por fim, para o Kentucky.

Tempestades também atingiram a área metropolitana de Saint Louis, antes de se deslocarem para o estado de llinois. Em Edwardsville, Illinois, um tornado atingiu um depósito da empresa Amazon e muitos trabalhadores ficaram soterrados nos escombros.

No Arkansas, uma loja Dollar General em Leachville, sofreu o impacto direto de um tornado. Imagens postadas após a tempestade mostraram que a loja foi destruída e veículos ficaram capotados no estacionamento.

O que causou a onda de tornados

Um sistema de baixa pressão avança pelo Meio-Oeste dos Estados Unidos e a frente fria associada se deslocou por estados do Sul e do Centro do país, gerando uma poderosa e incomum onda de tempestades para dezembro que pode ter gerado mais tornados que toda a média histórica de tornados de dezembro no território norte-americano. A baixa pressão e a frente são responsáveis pela primeira tempestade de inverno da temporada no território norte-americano.

A tempestade traz tempo severo, ventos fortes, neve e chuva no seu deslocamento para Leste. Foi o que trouxe as primeiras precipitações de neve mensuráveis da temporada quinta e sexta-feira em áreas das Montanhas Rochosas como Salt Lake City e Denver.

A neve atingiu quase um metro em alguns pontos nas montanhas do Sul de Wyoming e do Colorado. Em Minnesota, a polícia atendeu mais de 130 acidentes de trânsito e centenas de voos foram cancelados em Minneapolis-St. Paul.

Não é incomum que tempo severo acompanhe uma tempestade de inverno. Tempestades de inverno costumam produzir tempestades fortes a severas com o ingresso de ar úmido e quente vindo o Golfo do México antes da chegada da frente fria que precede o ar gelado do Ártico. O encontro das massas de ar frio e quente forma baixas pressões profundas no interior do continente, aumentando o risco de tempo severo.

Anúncios