Anúncios

Punta del Este com vento de até 111 km/h do ciclone, chuva e frio de 9°C na manhã deste domingo | Marcelo Umpierrez

Vcnto muito intenso atingiu o Uruguai nas últimas horas com rajadas acima dos 100 km/h em pontos da costa uruguaia em consequência do ciclone extratropical que impulsiona o ar polar que derrubou a temperatura no Sul do Brasil e trouxe até neve fraca na madrugada deste domingo no Nordeste gaúcho (leia boletim completo do frio).

Ciclone extratropical estará a Sudeste do Rio Grande do Sul nas próximas horas | MetSul

O ciclone extratropical está com seu centro a Sudeste e Leste do Uruguai no momento com pressão mínima central estimada pelos modelos numéricos em 1000 hPa. A tendência é que o sistema siga se deslocando no sentido Nordeste com previsão de se aprofundar um pouco mais, com sua pressão central caindo para 996 hPa a 998 hPa na tarde e noite deste domingo à medida.


As rajadas de vento foram muito intensas e por vezes violentas na madrugada e manhã de hoje na costa do departamento de Maldonado, Estações do Instituto de Meteorologia do Uruguai registraram rajadas de 111 kmh em Punta del Este e 93 km/h no aeroporto de Laguna del Sauce, que serve o balneário uruguaio.

Muita agitação das águas em Punta del Este com o duro temporal de vento do ciclone | Marcelo Umpierrez

Força do ciclone trouxe grandes ondas na costa do Uruguai na manhã deste domingo | Marcelo Umpierrez

Em razão do vento muito intenso, as águas ficaram extremamente agitadas na costa de Punta del Este com enormes ondas que estouravam contra os molhes e o calçadão do balneário.

O vendaval do ciclone veio acompanhado de chuva e muito baixa sensação térmica. Às onze da manhã, a temperatura era de 9,7ºC em Punta del Este com vento médio de 56 km/h e rajadas de 85 km/h com chuva e baixa visibilidade.

O vento intenso associado ao ciclone trouxe ainda grande quantidade de espuma para a beira da praia e ruas da orla em Piriápolis, também no departamento de Maldonado, o que costumeiramente ocorre nos fortes temporais de vento ciclônico em ondas de frio do inverno.

Espuma trazida pelo vento na orla de Piriapolis | Matias Mederos

Em grande parte do interior do Uruguai, as rajadas de vento oscilaram entre 60 km/h e 80 km/h, de acordo com balanço divulgado pelo serviço meteorológico oficial do país. Na área da capital Montevidéu, as rajadas no aeroporto de Carrasco (Canelones) estavam próximas dos 80 km/h no final da manhã, mas na orla da capital uruguaia as rajadas eram mais fortes.

A previsão da MetSul é que o vento siga intenso nas próximas horas nos departamentos de Montevidéu, Canelones, San José, Maldonado e Rocha com muita agitação das águas na costa (oleaje), queda de árvores e falta de luz. O vento deve começar a diminui no fim da tarde ou na noite de hoje, devendo ser mais fraco amanhã no território uruguaio.

Vento do ciclone fecha o porto no Rio Grande do Sul

O vento decorrente do ciclone extratropical traz muito vento, como previsto, também no Rio Grande do Sul neste domingo. A ventania é mais forte, como é o normal neste tipo de situação meteorológica, no Sul e no Leste gaúcho.

O vento muito forte e o mar grosso determinaram o fechamento do porto de Rio Grande, no Litoral Sul gaúcho, no começo deste domingo. A condição no momento é totalmente impraticável. Até o final da manhã, a rajada mais forte registrada pela praticagem tinha sido de 83,8 km/h às 10h50. No Chuí, o vento se intensificava no final da manhã com rajadas de 70 km/h.

Em Porto Alegre, o vento que começou a soprar ainda madrugada começou a ganhar mais força no meio e no final da manhã deste domingo. A ventania do ciclone deixa as águas do Guaíba agitadas e com ondas na orla. O Aeroporto Salgado Filho reportava rajadas de 53 km/h, mas dentro da cidade eram mais fortes pela topografia da capital.

Previsão de mais vento nas próximas horas

A ventania no Rio Grande do Sul vai prosseguir nas próximas horas com períodos de rajadas muito fortes a intensas na tarde deste domingo. As rajadas mais fortes ocorrem no Sul e no Leste gaúcho, devendo ficar, em média, entre 60 km/h e 80 km/h.

Na área de Porto Alegre, o vento sopra em alguns momentos com rajadas de 60 km/h a 70 km/h, isoladamente superiores pelo relevo e o efeito de afunilamento dos prédios. As rajadas mais intensas ocorrem neste domingo na costa do Litoral Sul gaúcho e devem se situar entre 80 km/h e 100 km/h.

A tendência é que o tempo siga ainda ventoso na noite deste domingo no Sul e no Leste do Rio Grande do Sul, mas com tendência de diminuição da intensidade das rajadas que se tornarão mais esporádicas com o passar das horas.


Amanhã, o Leste gaúcho ainda terá rajadas, porém o dia não será tão ventoso quanto hoje e com velocidades menores de vento. No fim da tarde e à noite na segunda a previsão é do vento estar calmo a fraco em quase todo o Rio Grande do Sul.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

A atuação do ciclone a Sudeste do Chuí deve deixar o mar muito agitado na costa do Sul e de parte do Sudeste do Brasil. É alta a probabilidade de ressaca em diversos balneários e que pode ser de forte intensidade em algumas praias.

Anúncios