Anúncios

Um centro de baixa pressão que avançou pelo Centro da Argentina na sexta-feira (18) deu origem a um ciclone extratropical ontem (19) sobre a província de Buenos Aires, na Argentina. Neste domingo (20), o ciclone estava sobre o Oceano Atlântico a Sudeste da foz do Rio da Prata e a Leste da província de Buenos Aires com pressão atmosférica mínima central de 985 hPa.

O ciclone provocou estragos na província de Buenos Aires. A região mais atingida, como esperado e previsto, foi a Costa Atlântica, onde choveu forte com rajadas de vento de até 100 km/h e intensa agitação marítima. 

Uma tempestade de vento e chuva causou queda de árvores, destelhamentos e cortes de energia em diferentes bairros da cidade de Mar del Plata. O município especificou que foi reportada a queda de pelo menos 11 árvores, cortes de cabos da iluminação pública e do serviço telefônico, o que exigiu a intervenção da Defesa Civil desde as primeiras horas da manhã deste domingo. Por sua vez, em diferentes bairros do balneário, principalmente na zona Oeste, ocorreram cortes no fornecimento de energia elétrica.

O ciclone fez com que a pressão atmosférica em superfície caísse a valores muito baixos na região. A pressão no aeroporto de Mar del Plata caiu a apenas 990 hPa na tarde do sábado. No Aeroparque da cidade de Buenos Aires, a pressão baixou a 995 hPa.

Fortes rajadas de vento também foram registrados na cidade de Buenos Aires. Em alguns pontos da capital portenha houve registro de queda de árvores. O tempo foi ventoso também em Montevidéu, no Uruguai, com rajadas de até 80 km/h.

A MetSul antecipa que o ciclone se afastará gradualmente do continente sem representar risco para o Rio Grande do Sul, exceto a agitação marítima na costa. O vento que soprou por vezes moderado em Porto Alegre e outras cidades do Sul e do Leste do Rio Grande do Sul foi efeito do ciclone e acompanhou o ingresso de ar mais ameno. Como previa a MetSul, o vento deste ciclone não produziria transtornos no Rio Grande do Sul. Os temporais de ontem foram consequência da passagem de uma frente fria associada ao ciclone. 

Anúncios