Anúncios

Chuva forte causou alagamentos e provocou até cascatas em residências hoje em Santa Maria | Carina Verardo

Chuva forte a intensa atingiu diversas regiões gaúchas neste sábado com a atuação de uma frente quente sobre o Rio Grande do Sul. As intensas pancadas causaram alagamentos em algumas cidades. Os maiores volumes, como era previsto pela MetSul, se deram na faixa central do Estado, em torno do paralelo 30ºS, e áreas próximas logo ao Sul ou ao Norte.

Os volumes de chuva foram muitos altos em diferentes localidades. Os acumulados do dia até às 19h deste sábado nas estações do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) foram de 75 mm em Porto Alegre, 74 mm em Rio Pardo, 70 mm em Ibirubá,  69 mm em Santiago e Tupanciretã, 66 mm em Soledade, 64 mm em São Vicente do Sul, 58 mm em Alegrete, 57 mm em Santa Maria, 56 mm em São Gabriel, 47 mm em Campo Bom e 43 mm em Bento Gonçalves.


Na rede do Centro Nacional de Prevenção de Desastres foram observados acumulados ainda mais altos neste sábado até às 20h com 120 mm em Candelária, 112 mm em Lagoa Bonita do Sul, 97 mm em Lajeado, 94 mm em Estrela, 88 mm em Cruzeiro do Sul e Venâncio Aires, 85 mm em São Jerônimo, 81 mm em Viamão, 80 mm em Porto Alegre, 73 mm em Teutônia, 70 mm em Soledade, 68 mm em Alvorada e São Borja, 67 mm em Alegrete, 64 mm em Encruzilhada do Sul, 62 mm em Fontoura Xavier, Nova Palma e Itaqui e 61 mm em Arroio do Tigre, Cachoeira do Sul e Ivorá.

A chuva forte provocou alagamentos em pontos da Grande Porto Alegre e em algumas cidades do interior. Em Santa Maria, os bombeiros atenderam diversas ocorrências de alagamentos e a chuva forte chegou a provocar correnteza nas ruas e cascatas saindo de muros de residências.

Previsão do tempo

O domingo ainda será de instabilidade no Rio Grande do Sul com muitas nuvens e chuva em parte do Estado. Chove em quase todo o território gaúcho no começo do dia, mas ao longo do domingo a instabilidade tende a se concentrar no Norte e no Nordeste gaúcho com pancadas ainda localmente fortes e altos volumes isolados.


A partir do Oeste e do Sul o tempo começa a apresentar gradual melhoria e o vento se intensifica com a chegada de uma massa de ar frio muito forte que avança da Argentina e do Uruguai. Por isso, não se descarta até que o sol apareça em parte do Estado durante a tarde do domingo, sobretudo em pontos do Oeste e do Sul. Com a chegada do ar frio que vai se dar com vento a temperatura entra em declínio e as mínimas ocorrem no final do dia, quando se espera frio.

O sol aparece com nuvens no Rio Grande do Sul na segunda-feira com uma potente massa de ar polar se instalando no território gaúcho. O frio será intenso de manhã cedo e no final do dia e mesmo à tarde a temperatura estará muito baixa com máximas inferiores a 10ºC em muitas cidades. O vento soprará com rajadas, o que vai determinar sensação térmica de muitíssimo frio.

Anúncios