Anúncios

Vendaval destrutivo colocou abaixo o terminal da cidade de Villaguay, na província de Entre Rios, na Argentina | GOVERNO DE ENTRE RIOS

Tempestades severas com chuva extrema e vendavais destrutivos atingirem o Uruguai, o Centro e o Nordeste da Argentina nas últimas horas, o que era alertado pela MetSul Meteorologia. É apenas o começo de uma sequência de dias com intensa instabilidade e que trará sucessivas ondas de tempestades nos países vizinhos.

Na Argentina, tempestade de chuva e vento com rajadas de mais de 120 km/h atingiu a cidade de Olavarría, no centro da província de Buenos Aires, entre as últimas horas de terça-feira e as primeiras horas desta quarta-feira. O temporal desalojou 70 famílias e causou queda de árvores, desabamentos e destelhamentos. O município decretou situação de emergência.


Os temporais atingiram ainda com estragos cidades das províncias de Santa Fé e Entre Ríos. Na localidade de Sastre, caíram cerca de 200 milímetros em apenas três horas nesta quarta-feira, o que provocou inundações e obrigou a evacuação provisória de pelo menos 40 pessoas.

Duas pessoas morreram depois de terem sido arrastadas com o seu carro por um riacho que ultrapassava a estrada nacional 14 em Entre Ríos, em consequência da tempestade que atingiu a região e causou numerosos danos em várias cidades, conforme informou à agência Télam a polícia provincial.


A tempestade afetou grande parte da província de Entre Ríos e causou danos em escolas, centros desportivos, terminais rodoviários, além da queda de árvores e postes de iluminação, bloqueando estradas e impossibilitando a circulação em diferentes estradas rurais e acessos às cidades.

Villaguay, no centro de Entre Ríos, é uma das cidades mais afetadas, onde a destruição das redes elétricas deixou quase toda a cidade sem eletricidade e várias estruturas privadas e públicas foram completamente destruídas. O centro esportivo virou ruínas e o novo terminal de ônibus veio abaixo.

No Uruguai, chuva extrema atingiu departamentos do Norte e do Litoral Oeste do país. Os acumulados de chuva atingiram até às 15h marcas de 150 mm a 200 mm em pontos de Artigas, Salto e Paysandu. Na cidade de Durazno, o temporal causou alagamentos, destelhamentos e queda de árvores.

O cenário segue propício a tempestades severas no Uruguai, Centro e no Nordeste da Argentina até o fim de semana. A massa de ar excepcionalmente quente sobre o Centro da América do Sul formará e bloqueará sistemas de instabilidade nas latitudes médias. Como efeito do bloqueio, as províncias do Centro da Argentina e o Uruguai devem sofrer com frequência com episódios de chuva e tempestades, intercalados com momentos de sol e forte abafamento, até o fim de semana.

Na noite desta quinta e no começo da sexta, poderosas áreas de instabilidade com chuva intensa e tempestades severas com danos devem avançar da província de Buenos Aires para o Uruguai, devendo afetar tanto as duas capitais do Prata, Buenos Aires e Montevidéu.

A MetSul Meteorologia está nos canais do WhatsApp. Inscreva-se aqui para ter acesso ao canal no aplicativo de mensagens e receber as previsões, alertas e informações sobre o que de mais importante ocorre no tempo e clima do Brasil e no mundo, com dados e informações exclusivos do nosso time de meteorologistas.

Anúncios