Anúncios

FM DaLe Venado Tuerto

Volumes excepcionalmente altos de chuva ocorreram no Centro da Argentina durante as últimas horas. A MetSul alertou de chuva extrema no Centro argentino e Uruguai no final desta semana. Os volumes em poucas horas superaram os 200 mm em cidades argentinas, como da província de Santa Fé e Córdoba.

De acordo com dados do Serviço Meteorológico Nacional da Argentina (SMN), os totais de chuva em 24 horas até 9h desta sexta-feira (9) foram de 225 mm em Marcos Juárez, 87 mm em Gualegaychú, 74 mm em Trenque Lauquen, e 60 mm em Rosário.


Com efeito, a cidade de Marcos Juárez, em Córdoba, registrou recorde de altura de chuva em 254 horas de sua série histórica. O total em apenas 12 horas foi de 224,5 mm na cidade do Sudoeste de Córdoba. O recorde anterior era de 161,8 mm em 20 de fevereiro de 1977.

Os volumes de chuva muito altos trouxeram alagamentos e inundações em cidades do Centro da Argentina. Então, lavouras foram completamente tomadas pela inundação e as águas alagam cidades e encobrem rodovias da região.

Ainda, os volumes de chuva foram muito altos também no Sudoeste do Uruguai. O departamento uruguaio que mais teve chuva foi o de Colonia, no Sudoeste do país. Os registros do Instituto de Meteorologia do Uruguai até 7h de hoje foram de 112,8 mm na cidade de Nueva Palmira e 98 mm em Nueva Helvécia.


Por fim, como os maiores volumes de chuva no Uruguai ocorrem entre hoje e amanhã, os mais altos índices devem portanto aparecer no boletim deste sábado. A chuva no Rio Grande do Sul vai ser muito menos volumosa que em países vizinhos, como destacou a MetSul. A exceção será o extremo Sul gaúcho.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

Anúncios