Anúncios

Chuva e temporais avançam pelo Centro da Argentina no final desta quinta-feira. Os temporais atingem as províncias de Buenos Aires, Córdoba, Santa Fé e Entre Rios. Com efeito, o Serviço Meteorológico Nacional da Argentina (SMN) emitiu diversos alertas para o Centro do país de chuva intensa, vendavais e granizo.


Algumas tormentas são fortes a severas na região central da Argentina neste momento. A tendência, assim, é que prossigam nesta noite e se prolonguem ao longo da sexta-feira.

A instabilidade começa a avançar pelo Uruguai nas próximas horas. Alerta da MetSul para o Uruguai aponta chuva extrema e tormentas fortes a severas para esta sexta-feira (9) e o sábado (10) .

Há possibilidade de volumes de até 300 mm ou mais em pontos ao Sul do Rio Negro. Portanto, é alto o risco de inundações no Centro, Sul e Leste do Uruguai.

Chuva da Argentina e Uruguai chega à fronteira nesta sexta

A instabilidade da Argentina e o Uruguai começa a atingir o Rio Grande do Sul já nesta sexta-feira (9). Pancadas isoladas podem ocorrer no Oeste gaúcho no começo do dia e no Sul e na Campanha da tarde para a noite. No sábado, a chuva deve ser muito intensa com elevados volumes, possivelmente acima de 100 mm, nas cidades do Chuí e Santa Vitória do Palmar.

Já nas demais regiões, o sol predomina e faz muito calor com máximas de 36ºC a 38ºC.  O sábado, com efeito, será por demais quente e vai lembrar dias de auge do verão como de dezembro a fevereiro.

Uma frente fria associada a um ciclone que se forma na costa uruguaia traz chuva e risco de temporais isolados no Oeste, no Centro e no Sul gaúcho entre a madrugada e a manhã do domingo (11). O tempo nas demais regiões, entretanto, ainda deve ter sol e nuvens com calor e abafamento antes da chegada da frente.

O sistema frontal deve enfraquecer ao avançar pelo Rio Grande do Sul. Em muitos pontos da Metade Norte, portanto, a virada do tempo pode ocorrer com pouca ou nenhuma chuva e apenas com rajadas de vento.

Projeção de chuva

O mapa abaixo mostra a última projeção de chuva do modelo WRF da MetSul para 72h e está disponível ao assinante na seção de mapas com duas atualizações diárias.


Por fim, como se vê no mapa, a tendência é de a chuva ser muito mais volumosa sobre o Uruguai, onde os acumulados serão extremos do Centro para o Sul e o Leste do país ao passo que no Rio Grande do Sul deve chover muito menos. No mapa, a Metade Norte aparece sem chuva porque a frente fria vai chegar após o ponto de corte de 72 horas da projeção do modelo.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

 

Anúncios