Anúncios

O alívio do calor muito intenso proporcionado por uma massa de ar frio oceânica nesta terça-feira vai durar pouco e a temperatura volta a subir muito no Rio Grande do Sul e no Oeste do Sul do Brasil durante esta quarta-feira. A tarde será escaldante em cidades do Oeste paranaense, gaúcho e catarinense.

Uma massa de ar seco atua nesta quarta-feira e traz um dia de tempo ensolarado com amplos períodos de céu claro ou escassa nebulosidade. O tempo bastante aberto favorece maior resfriamento noturno e o dia começa ameno na maioria das áreas. Faz frio em pontos da maior altitude do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina.


O mesmo perfil seco da atmosfera proporciona rápido aquecimento depois do amanhecer e a tarde terá calor, intenso em várias cidades do Oeste, Noroeste e Norte do Rio Grande do Sul assim como do Oeste do Paraná e do Meio-Oeste e o Oeste de Santa Catarina.

No Sul e no Leste do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina aquece em relação a esta terça, mas o ar frio na costa ainda impede que a temperatura suba excessivamente. Por isso, as máximas à tarde em Porto Alegre e Florianópolis serão muito inferiores a municípios como Uruguaiana, Santa Rosa ou Itapiranga.

A previsão de temperatura máxima para Porto Alegre nesta quarta é de 32ºC, pouco acima dos 31ºC que se prevê para Caxias do Sul. No Oeste, municípios como Uruguaiana, Quaraí e Itaqui devem ter entre 36ºC e 37ºC. No Noroeste gaúcho, cidades como Horizontina, Três Passos, Santa Rosa, Porto Xavier e Porto Lucena devem ficar entre 37ºC e 39ºC numa tarde escaldante.

ECMWF

O mapa acima do modelo europeu com a previsão de temperatura para 15h da quarta-feira sinaliza como o aquecimento será acentuado no interior da América do Sul, em províncias do Norte e do Nordeste da Argentina, no Paraguai e no Oeste do Sul do Brasil.

O forte aquecimento será favorecido pela atmosfera muito seca. A umidade muito baixa vai inibir a formação de céu e a tendência no Rio Grande do Sul é de predomínio de céu claro. Veja no mapa com a projeção de nebulosidade do modelo europeu como a perspectiva é de tempo muito aberto na tarde desta quarta no estado gaúcho.

ECMWF

Se a umidade hoje caiu mais uma vez abaixo dos 20% no Oeste gaúcho, a tendência é que caia ainda mais nesta quarta-feira com valores entre 10% e 15% do Centro para o Oeste do Rio Grande do Sul durante a tarde. No geral, a umidade vai estar baixa no estado gaúcho, exceção de áreas costeiras. Em grande parte do território gaúcho, a tarde desta quarta terá umidade relativa do ar inferior a 30%, o que com o calor acentua o risco de fogo em vegetação.

Segue a perspectiva de o tempo mudar com a atuação de um ciclone extratropical entre a quinta a sexta-feira. O sistema vai se formar entre o Rio Grande do Sul e o Uruguai no decorrer da quinta e deve se afastar para o oceano, onde se intensificará na costa na sexta-feira.


Há alerta de temporais na quinta nos três estados do Sul pelo avanço de linha de instabilidade que vai se formar no ambiente de formação do ciclone.

Um dos maiores riscos, ou talvez o maior, no deslocamento desta linha de instabilidade será a ocorrência de vendavais que em alguns pontos podem ser fortes a severos com potencial de causar danos.

Anúncios