Cidade de São Paulo registra calor histórico para março e a temperatura pode se elevar ainda mais | BRUNO ESCOLASTICO SOUSA SILVA/NURPHOTO/AFP/METSUL METEOROLOGIA

Não, não é impressão. Está muito, muito quente para esta época do ano no Brasil. São Paulo enfrenta o maior calor no mês de março de sua história. A temperatura máxima oficial na estação do Mirante de Santana, usada como referência climatológica, chegou a 34,3ºC na tarde da quinta-feira.

A marca iguala o recorde de temperatura máxima mensal da capital paulista, desde o começo das medições no Mirante, zona Norte de São Paulo, em 1943. O recorde de março de temperatura máxima oficial na cidade de São Paulo na estação do Mirante de Santana, igualado pela máxima de ontem, é de 1º de março de 1912.

Desde 1961, as maiores máximas em março na cidade de São Paulo, conforme dados da estação do Mirante de Santana, foram de 34,3ºC (1º/3/2012 e 14/3/2024); 34,1ºC (1º/3/2009); 34,0ºC (28/3/1999 e 2/3/2003); 33,9ºC (1º/3/2003); 33,8ºC (29/3/1999); 33,7ºC (7/3/1998 e 3/3/2022); e 33,6ºC (2/3/2009 e 14/3/2018).


Chama atenção na estatística histórica da capital paulista como a esmagadora maioria das maiores máximas em março se deu no início do mês, assim que temperatura igualar o recorde na metade do mês foge ainda mais ao padrão histórico de temperatura.

Se ontem o recorde histórico foi igualado, agora ele pode ser quebrado. Isso porque a previsão da MetSul Meteorologia indica ar ainda mais quente ingressando no sábado e no domingo na região da capital paulista, o que pode elevar a máxima a valores entre 34ºC e 36ºC. Por isso, São Paulo experimenta os dias mais quentes de março de sua história com uma onda de calor muito intensa e que não apenas vai prosseguir como vai ganhar força.

A MetSul Meteorologia está nos canais do WhatsApp. Inscreva-se aqui para ter acesso ao canal no aplicativo de mensagens e receber as previsões, alertas e informações sobre o que de mais importante ocorre no tempo e clima do Brasil e no mundo, com dados e informações exclusivos do nosso time de meteorologistas.