Anúncios

O último jogo oficial disputado sob neve no Rio Grande do Sul ocorreu quando muitos ainda não eram nascidos. Foi no final de maio de 1979, quando uma grande nevada se deu no Sul do Brasil com uma intensa massa de ar polar e atuação de um enorme ciclone. Esportivo e Grêmio jogavam no Estádio da Montanha em Bento Gonçalves quando no decorrer da partida teve início a neve. O episódio ficou conhecido como “o jogo da neve”.

Esportivo e Grêmio jogam sob a neve no Estádio da Montanha em maio de 1979 | CP Memória

O fato de o último jogo com neve ter ocorrido no final da década de 70, entretanto, não significa que a neve não tenha cruzado o caminho do futebol desde então.


Na grande onda de frio de julho de 2000, o Grêmio estava na Serra Gaúcha e treinou debaixo de neve. Na nevada do final de agosto de 2013 foi a vez do Juventude treinar enquanto os flocos caíam do céu.

Jogadores do Juventude se divertem durante treino na neve em agosto de 2013 | Rodrigo Pedroni/EC Juventude

Agora, oito anos depois, a neve do dia 28 de julho de 2021 outra vez chegou ao mundo do futebol. O Juventude treinou na quarta-feira (28) em seu centro de treinamento sob uma tímida precipitação de neve que caía na região de Caxias do Sul.

Também o Glória de Vacaria treinou com neve, mas não precipitando como o Juventude. Foi na manhã da quinta, dia 29, após horas de queda de neve durante a noite anterior.

Jogadores do Glória de Vacaria treinam com o gramado branco na manhã de 29 de julho de 2021 após uma noite com muita neve | Lenita Maraschin/Glória de Vacaria

Foram as pancada de neve da noite, porém, que proporcionaram as mais belas imagens com os estádios nevados em Caxias do Sul. Não houve a coincidência de ter um jogo no horário, o que repetiria as cenas de 1979 da vizinha Bento Gonçalves. Mesmo assim, as belas fotografias do estádio Alfredo Jaconi, do Juventude, viralizaram na internet com raras cenas de um estádio de futebol branco pela neve em pleno Brasil.

Estádio Alfredo Jaconi coberto de neve na noite nevada de 28 de julho de 2021 em Caxias do Sul | Fernando Alves/EC Juventude

Estádio Alfredo Jaconi coberto de neve na noite nevada de 28 de julho de 2021 em Caxias do Sul | Fernando Alves/EC Juventude

Estádio Alfredo Jaconi coberto de neve na noite nevada de 28 de julho de 2021 em Caxias do Sul | Fernando Alves/EC Juventude

Estádio Alfredo Jaconi coberto de neve na noite nevada de 28 de julho de 2021 em Caxias do Sul | Fernando Alves/EC Juventude

Estádio Alfredo Jaconi coberto de neve no amanhecer de 29 de julho de 2021 após uma noite de neve em Caxias do Sul | Fernando Alves/EC Juventude

Não apenas o estádio do Juventude se cobriu de neve entre a noite de 28 de julho e as primeiras horas da madrugada do dia 29. Outros estádios de clubes da Serra e do Norte do Rio Grande do Sul igualmente ficaram brancos pela nevada.


Estádio Centenário coberto de neve no amanhecer de 29 de julho de 2021 após uma noite de neve em Caxias do Sul | Milena Soares/SER Caxias

Estádio Altos da Glória coberto de neve na manhã de 29 de julho de 2021 depois da nevada que atingiu Vacaria | Lenita Maraschin/Glória de Vacaria

Estádio Altos da Glória coberto de neve na manhã de 29 de julho de 2021 depois da nevada que atingiu Vacaria | Lenita Maraschin/Glória de Vacaria

Estádio Altos da Glória coberto de neve na manhã de 29 de julho de 2021 depois da nevada que atingiu Vacaria | Lenita Maraschin/Glória de Vacaria

Estádio Altos da Glória coberto de neve na manhã de 29 de julho de 2021 depois da nevada que atingiu Vacaria | Lenita Maraschin/Glória de Vacaria

Estádio Altos da Glória coberto de neve na manhã de 29 de julho de 2021 depois da nevada que atingiu Vacaria | Lenita Maraschin/Glória de Vacaria

Estádio Altos da Glória coberto de neve na manhã de 29 de julho de 2021 depois da nevada que atingiu Vacaria | Lenita Maraschin/Glória de Vacaria

Estádio das Castanheiras branco na nevada da noite do dia 28 de julho | Brasil de Farroupilha

O episódio de neve dos dias 28 e 29 de julho de 2001 foi o segundo maior em intensidade e abrangência no Rio Grande do Sul neste século até agora. Nevou em dezenas de cidades gaúchas do Sul ao Norte do Estado. As precipitações mais fortes de neve ocorreram nas regiões da Serra, dos Aparados e do Planalto Médio.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

Como a neve caiu na forma de pancadas fortes na noite do dia 28, houve acumulação em muitos pontos que, no geral, não superou um ou dois centímetros. O vento forte também colaborou para que a neve caída acumulasse ainda mais onde houvesse obstáculos físicos.

Anúncios