Anúncios

National Park Service

O vulcão Kilauea, no estado norte-americano do Havaí, entrou em erupção na cratera de Halema’uma’u na madrugada desta segunda-feira, hora de Brasília. O United State Geological Survey (USGS) elevou o nível de alerta do Kilauea para vermelho.

“Precipitação de cinzas é provável no distrito de Kau em Wood Valley, Pahala, Naalehu e Ocean View. Fique em casa para evitar a exposição às cinzas”, advertiu a Defesa Civil do Condado de Hawai’i.

A região foi atingida por dezenas de terremotos nos últimos dias, com o mais recente sendo um tremor de magnitude 2,7 em 20 de dezembro às 21h58, horário local (GMT-10), na área de Pahal. O sismo foi precedido por mais 19 terremotos em 20 de dezembro, todos acima de 2.0 magnitude.

O boletim do Serviço Geológico dos Estados Unidos acrescentou que “considerando que este tipo de sismicidade foi observada em média uma vez a cada poucas semanas após a erupção de 2018, as taxas aumentaram para mais de uma dúzia nos últimos dias”.

“Outros fluxos de dados de monitoramento, incluindo gás vulcânico e imagens de webcam, eram estáveis ​​até esta erupção”, disse o USGS. 

Uma onda de terremotos começou na noite de 20 de dezembro, acompanhado pela deformação do solo detectada por medidores de inclinação. Um brilho laranja foi subsequentemente observado em câmeras de monitoramento infravermelho e começando visualmente aproximadamente às 21:36, hora local.

Uma advertência meteorológica especial foi emitida pelo Serviço Meteorológico Nacional de Honolulu em que se lê: “Web cams e dados de radar indicam que uma forte erupção ocorreu na cratera de Halemaumau”.

O vulcão Kilauea está situado dentro do Parque Nacional dos Vulcões do Havaí, e é o vulcão mais jovem e mais a Sudeste da Ilha do Havaí. Desde 1952, o Kilauea entrou em erupção 34 vezes.

Anúncios