Prédios desabaram com o terremoto em Taiwan | MNA/AFP/METSUL METEOROLOGIA

Um poderoso terremoto abalou toda a ilha de Taiwan na manhã de quarta-feira, hora local, destruindo edifícios e gerando grandes deslizamentos de terra. Um prédio de cinco andares em Hualie estava parcialmente colapsado com o primeiro andar desabado e o restante inclinado em um ângulo de 45 graus. Na capital, Taipei, azulejos caíram de edifícios mais antigos e de alguns complexos de escritórios mais recentes.

O serviço de trem foi suspenso em toda a ilha de 23 milhões de habitantes, assim como o serviço de metrô em Taipei. A rotina voltou rapidamente ao normal na capital, com as crianças indo para a escola e o deslocamento matinal de veículos parecendo normal.

A agência de monitoramento de terremotos de Taiwan estimou a magnitude do sismo em 7,2 enquanto o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS) informou 7,4. O tremor ocorreu às 7h58, hora local, a cerca de 18 quilômetros ao Sul-Sudoeste de Hualien, e teve 35 quilômetros de profundidade.


O chefe do departamento de monitoramento de terremotos de Taiwan, Wu Chien-fu, disse que os efeitos foram vistos em lugares tão distantes quanto Kinmen, uma ilha controlada por Taiwan na costa da China. Vários tremores secundários foram sentidos em Taipei uma hora após o terremoto inicial.

O USGS disse que um dos terremotos subsequentes (réçica) teve magnitude 6,5 a 11,8 quilômetros de profundidade. Tremores fortes secundários são muito comuns depois de um grande terremoto, como o que atingiu Taiwan.

A Agência Meteorológica do Japão alertou para a possibilidade de tsunami de até 3 metros as ilhas de Okinawa, no Sul do país. Uma onda de 30 centímetros foi detectada na costa da ilha de Yonaguni cerca de 15 minutos após o terremoto. A JAMA disse que as ondas provavelmente também atingiram as costas das ilhas Miyako e Yaeyama.

O Centro de Alerta de Tsunami do Pacífico disse que não havia ameaça de tsunami no Havaí ou no território de Guam, no Pacífico dos Estados Unidos. O risco também foi afastado para estados da costa Oeste norte-americana, como Califórnia e Oregon.

Acredita-se que este terremoto tenha sido o maior em Taiwan desde que um tremor em 1999 causou grandes danos. Taiwan fica ao longo do “Anel de Fogo” do Pacífico, a linha de falhas sísmicas que circunda o Oceano Pacífico, onde ocorre a maioria dos terremotos do mundo.

O Círculo de Fogo do Pacífico é formado pelo encontro de várias placas tectônicas, tornando a região uma zona com alta frequência de terremotos e tsunamis. Esta área é responsável por cerca de 90% dos abalos sísmicos e de 50% dos vulcões existentes em todo o planeta.

O chamado círculo percorre toda a extensão da costa do Oceano Pacífico. Começa com uma ramificação no Oceano Índico e segue pela Indonésia, Sumatra e Malásia até a Placa das Filipinas. Então, o anel abrange toda a Placa do Pacífico, a Placa Juan de Fuca (localizada em frente à costa do Canadá e dos estados americanos de Washington e Oregon), a Placa de Cocos (localizado no Pacífico em frente à América Central) e a Placa de Nazca (junto à América do Sul).

A MetSul Meteorologia está nos canais do WhatsApp. Inscreva-se aqui para ter acesso ao canal no aplicativo de mensagens e receber as previsões, alertas e informações sobre o que de mais importante ocorre no tempo e clima do Brasil e no mundo, com dados e informações exclusivos do nosso time de meteorologistas.