Anúncios

Vendaval causou estragos em propriedades rurais no interior do município de Júlio de Castilhos | RÁDIO 14 DE JULHO

Temporais trouxeram destruição nas últimas horas também no Centro do Rio Grande do Sul. O município mais atingido foi de Júlio de Castilhos. Conforme informações da Rádio 14 de Julho, o temporal com chuva forte e rajadas de vento na última noite e na madrugada de hoje trouxe danos em diferentes pontos do município.

Árvores caídas bloquearam temporariamente o trânsito na BR-158, na localidade de Alvorada e, na estrada que liga Júlio de Castilhos a Pinhal Grande. Os bloqueios foram removidos e as vias estão liberadas.


Também foram registrados danos em propriedades rurais, como na localidade de Taquarembó, onde um galpão foi totalmente destruído e, no Rincão da Estrela, onde um galpão foi parcialmente destelhado. Já na localidade de Invernadinha, estufas de hortaliças e morangos tiveram as coberturas arrancadas pelo vento.

As secretarias de Obras e Agricultura da Prefeitura Municipal de Júlio de Castilhos em parceria com a Defesa Civil estão fazendo o levantamento dos danos no município e atendendo as várias ocorrências em consequência da tempestade.


No Oeste do Rio Grande do Sul, um jovem de 18 anos que servia ao Exército morreu vítima de um raio ao retornar do quartel para casa em Quaraí. O município enfrenta enchente pela chuva de 200 mm. Em Uruguaiana, o vendaval destelhou casas, derrubou postes e árvores, e causou falta de luz.

Estações meteorológicas indicaram vento muito forte, conforme dados do Instituto Nacional de Meteorologia, em Rio Pardo, no Vale do Rio Pardo, com rajadas de 90 km/h, em Alegrete, no Oeste, com 87 km/h, em Santiago, no Centro gaúcho, com 81 km/h, na estação de Teutônia, no Vale do Taquari, com 81 km/h, e em Cruz Alta, no Alto Jacuí, com 76 km/h.

O risco de temporais isolados de vento e granizo persiste no restante desta terça-feira na Metade Leste do Estado enquanto nesta quarta-feira aumenta muito a possibilidade de tempestades no Oeste, no Centro e no Sul do Rio Grande do Sul, algumas potencialmente fortes a severas com risco de mais danos.

Anúncios