Anúncios

Papagaio na câmera. Foi o assunto que mais viralizou nas redes sociais durante o dia de ontem após a divulgação por concessionária de rodovia do vídeo de um papagaio pousando e espiando uma das câmeras de monitoramento da BR-116, em Curitiba (PR). De acordo com a concessionária Arteris Planalto Sul, a espiadinha foi flagrada por uma das câmeras do circuito fechado de câmeras usado pela empresa.

O papagaio sem nome, e que a internet não se encarregou de dar um, pousou em um momento de céu nublado e com presença de neblina na região em que está instalada a câmera. Não que esteja preocupado, mas o papagaio vai encontrar chuva neste fim de semana e no restante do feriadão na sua região.

Isso porque a previsão do tempo é de instabilidade para a área de Curitiba. Ao menos até a segunda-feira o tempo não firma na região da capital paranaense. Os dias serão de abundante nebulosidade e chuva em vários momentos que não se descarta possa ser moderada a forte em pontos isolados. Na terça, a instabilidade enfraquece e podem ocorrer aberturas, apesar de o tempo seguir sujeito à chuva.

O Paraná, aliás, deve ter chuva na maioria das regiões neste feriadão. Preocupa o risco de que em pontos localizados possam ocorrer episódios de chuva muito intensa em curto período e ainda tempestades isoladas com chance de vento forte e granizo.

Observe no mapa com a projeção de chuva acumulada do modelo WRF da MetSul com os totais previstos de precipitação até 21h de segunda como a chuva não deve ser homogênea. No mapa do modelo, que está disponível ao assinante na seção de mapas, se vê muitos pontos bem pequenos com maiores volumes no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e o Paraná.

Isso é um indicativo de que a chuva vai ocorrer na forma de pancadas fortes bastante isoladas em diversas cidades do Sul do Brasil. No mapa, alguns pontos chegam a ter volumes no período de 72 horas de até 100 mm a 150 mm, ou seja, alguns poucos municípios podem sofrer com chuva muito intensa em curto intervalo com risco de alagamentos e inundações repentinas.

O problema é dizer onde exatamente. É possível prever pancadas e temporais isolados numa determinada região horas ou duas antes, mas estabelecer exatamente onde ocorrerão com antecedência é muito difícil. Não raro estas ocorrências de chuva intensa estão na escala de bairros, como se viu ontem em Santa Catarina em intensas tempestades de granizo isoladas.


São inúmeros os casos de parte de uma cidade estar com sol e calor na mesma hora que outra parte da mesma localidade, a poucos quilômetros, estar sob chuva e temporal. Ou uma cidade estar com chuva e o município imediatamente ao lado estar com sol. Os temporais de verão são por natureza muito isolados e é o que se espera para este fim de semana e o começo da semana que vem.

As áreas de maior risco de temporais localizados da tarde para a noite deste sábado incluem a Metade Norte do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e o Paraná. O papagaio, então, que vá se entocar porque vem água e com risco de raios, não sendo um poste de câmera o melhor lugar para estar durante uma tempestade.

Anúncios