Anúncios

O fim de semana foi marcado pela instabilidade atmosférica no Rio Grande do Sul com chuva e temporais isolados em diferentes regiões.

Já no começo, Livramento registrou 180 mm de chuva entre o final da sexta e o começo do sábado com muitos alagamentos. No decorrer do dia, a instabilidade forte atingiu outras regiões gaúchas com granizo em pontos isolados e fortes a intensas rajadas de vento.


Chuva de até 180 mm castiga fronteira gaúcha


O temporal que se abateu no meio da tarde do sábado trouxe rajadas de 83 km/h no aeroporto de Porto Alegre e 87 km/h na base aérea de Canoas. No interior, houve ventania ainda mais forte em alguns municípios.

Taquara: 103,0 km/h

Itaqui: 92,5 km/h

Santa Maria do Herval: 88,2 km/h

Canoas: 87,0 km/h

Porto Alegre: 83,0 km/h

Vacaria: 79,2 km/h

Capão da Canoa: 74,5 km/h

Teutônia: 73,4 km/h

São Leopoldo: 72,4 km/h

Minas do Leão: 68,4 km/h

Campo Bom: 65,1 km/h

Pontão: 64,4 km/h

Rio Grande: 60,8 km/h

Venâncio Aires: 60,5 km/h

Caçapava do Sul: 59,7 km/h

Quaraí: 59,0 km/h

Rio Pardo: 59,0 km/h

São José dos Ausentes: 57,9 km/h

São Luiz Gonzaga: 55,8 km/h

Pinhal da Serra: 55,2 km/h

Passo Fundo: 55,0 km/h

Santiago: 55,0 km/h

Canela: 54,3 km/h

Cotiporã: 53,3 km/h

Caxias do Sul: 52,1 km/h

Colinas: 51,5 km/h

Boa Vista das Missões: 51,1 km/h

Santa Cruz do Sul: 51,0 km/h

Arroio do Meio: 50,7 km/h

Vídeo registra vendaval e arremetida no Salgado Filho

A chuva também foi expressiva em diversas localidades com acumulados até o fim da tarde de ontem perto ou acima de 50 mm em municípios como do Oeste, o Noroeste, o Centro gaúcho, Norte, Serra e Grande Porto Alegre.

Este domingo voltou a ter instabilidade da tarde para a noite em razão de convecção gerada pelo calor e a alta umidade.

O grande risco nesta semana se concentrará no Sul do país em Santa Catarina e no Paraná, onde a chuva será excessivamente volumosa e mesmo extrema com acumulados de 100 mm a 200 mm em grande número de cidades e marcas de 300 mm a 400 mm em algumas, o que, certamente, vai trazer muitos alagamentos, inundações e deslizamentos de terra.

É uma situação de grave risco meteorológico por conta dos índices muito altos de chuva projetados, não raro subestimados por modelos de computador nesta época do ano.

Anúncios