Anúncios

O forte terremoto de magnitude 7,1 registrado perto das ilhas Shetland do Sul, na Antártida, no final do sábado, provocou um pequeno tsunami instrumental (não visível ao olho humano) na área. Sensores (mareografos) indicaram uma pequena alteração no nível do mar na base pilar chilena Bernardo O’Higgins. 


Em razão do terremoto e do risco de tsunami, 80 pessoas foram evacuadas da Base Frei, 40 da Base O’Higgins, 10 da Base Fildes e 31 da Base Prat. Além disso, cinco bases estrangeiras perto da Base Fildes também tiveram seu pessoal levado para local mais alto e seguro. 

O terremoto na Antártida com aviso de risco de tsunami na região antártica, depois cancelado, acabou criando uma grande confusão no Chile. A Defesa Civil chilena enviou uma mensagem de emergência para celulares em todo o país pedindo às pessoas que abandonassem as áreas costeiras, apesar do aviso ser para a Antártida. 


Não apenas houve o envio equivocado da mensagem SMS Como erroneamente dispararam as sirenes de alerta na costa. Moradores de cidades costeiras como La Serena e Valparaíso chegaram a abandonar áreas próximas à costa. 

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

Especialistas já temiam um forte terremoto na região por uma onda de abalos sísmicos que durou meses. As equipes das bases polares Carlini (Argentina) e Villa Frei (Chile) estabeleceram até protocolos de seguranças para o caso de uma evacuação ser necessária após uma incomum “onda sísmica”, segundo o portal argentino Infobae. 

Anúncios